10 alimentos que incham sua perna: você come e eles te inflam instantaneamente

A sensação é incômoda, esteticamente desagradável e bastante comum: o inchaço nas pernas geralmente é causado pela retenção de líquido nos tecidos do corpo e entre os principais motivos do desconforto está no descuido com a alimentação.

Quer saber quais são os 10 alimentos que te incham?

Você já sabe que o consumo excessivo de sal provoca inchaço por seu alto teor de sódio. Além disso, o alimento traz prejuízos à saúde e deve ser substituído por especiarias quando utilizado como tempero de pratos.

Alimentos refinados, feitos com farinha tradicional, também estimulam a retenção de líquido. Para driblar o problema, aposte em alimentos integrais sem adição de açúcares.

alimentos-que-incham-as-pernas

Não chega a ser novidade para ninguém que alimentos ricos em gordura trans engordam e fazem mal para a saúde.

O inchaço que eles provocam, portanto, é apenas um dos motivos pelos quais você deve banir comidas do tipo do seu cardápio.

Carne vermelha, segundo estudos, também pode ser vilã do corpo por ser de difícil digestão. Com base nas informações, confira 10 alimentos que incham suas pernas:

Fast food

Alimentos industrializados

Batata frita

Massas

Arroz branco

Sucos industrializados

Refrigerantes

Iogurte aromatizado

Carne vermelha

Bolachas

Fonte:  vix

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.