10 motivos que podem estar prejudicando seus rins sem você nem saber

Os rins são um par de órgãos muito importantes para o corpo e através deles, o organismo elimina as toxinas com a urina.

Por médio dessa atividade, os níveis de minerais como cálcio e fosfato são regulados.

Também podem normalizar a pressão arterial ao produzir hormônios essenciais, necessários para o funcionamento do corpo.

Outra função dos rins é a produção das células vermelhas do sangue, que transportam oxigênio e nutrientes pelo corpo humano.

Quando os rins não funcionam corretamente, os sinais do organismo são: vômito, mudanças da cor da urina, mau hálito, comichão da pele, tonturas, transtornos respiratórios, dores repentinas, anemia, cansaço e sensação de frio continuamente.

É aconselhável procurar ajuda médica ao notar esses sinais. Qual a origem da disfunção renal?

o que pode causar problema nos rins

São diferentes fatores, e os mais comuns são:

1. Não beber suficiente água.

A insuficiência de líquidos no corpo pode ser um fator para adquirir uma lesão renal crítica.

Por causa da falta de líquidos, o sangue torna-se tão concentrado, que a circulação até os rins é reduzida.

Por essa razão, a função dos rins de expulsar as toxinas produzidas pelo corpo, é obstruída e provoca prejuízos para saúde.

Um ser humano adulto deve consumir aproximadamente 2 litros de água diariamente.

Não obstante, não podemos exceder a dosagem, já que a função dos rins pode ser afetada pelo excesso de água.

Também é bom lembrar que é importante beber água de uma boa fonte, pois o cloro e o flúor prejudicam o organismo.

2. Prender a urina.

Esta é uma das coisas que mais afetam os rins.

Quando esperamos muito para urinar, a bexiga acumula bactérias.

As bactérias nocivas provocam infecções no sistema urinário. Ademais, a permanência da urina dentro da bexiga provoca pressão nos rins e causa insuficiência renal.

3. Tabagismo

Fumar tabaco é nocivo, já sabemos. O fumo causa danos a todo o organismo, incluindo os rins.

As pesquisas acharam uma conexão entre o tabagismo e as doenças renais e, segundo a Associação Americana de Pacientes Renais (AAKP), fumar é a causa mais comum de insuficiência renal terminal (doença renal em estágio final).

Esse vício provoca o aumento da pressão arterial e o batimento cardíaco, consequentemente reduze a circulação do sangue nos vasos renais.

4. Consumir proteínas em demasia.

O risco de adquirir uma doença renal é maior para quem come excessivamente alimentos com alto teor de proteínas.

Em vista disso, devemos limitar o consumo de proteínas e se detectamos problemas dos rins, consultar o médico qual deve ser o consumo ideal para evitar problemas futuros.

5. Consumo excessivo de sal.

Comer comidas muito salgadas regularmente é nocivo para os rins e provoca vários desequilíbrios para a saúde do corpo.

Os rins metabolizam aproximadamente 95% do sódio ingerido com os alimentos.

Quando consumimos sal em demasia, os rins se esforçam muito mais para eliminar o excesso, diminuem o funcionamento e provocam o aumento da pressão arterial.

6. Dormir pouco.

Geralmente, as pessoas desconhecem que o descanso é crucial.

Contudo, dormir entre 7 e 8 horas é muito importante para o organismo.

À noite, os tecidos dos órgãos regeneram-se e, quando isso não ocorre, surgem desequilíbrios, especialmente renais.

As pesquisas indicam que a falta de sono provoca um bloqueio das artérias (arteriosclerose) e conseguintemente, pressão alta, com propensão ao surgimento de doenças renais.

7. Ingestão excessiva de analgésicos

Existem pessoas que tomam analgésicos e remédios para a dor, reduzir inflamações e curar vários problemas de saúde.

Porém, ditas drogas são nocivas para os rins e outros órgãos do corpo humano.

É bom lembrar que os analgésicos podem diminuir o fluxo de sangue para os rins e bloquear a função renal.

Desse modo, o consumo excessivo de este tipo de medicamento pode provocar distúrbios renais crônicos, como a insuficiência renal aguda.

8. Ingestão excessivo de cafeína.

O consumo exagerado de cafeína provoca o aumento da pressão arterial, a pressão sobre os rins e consequentemente, causa deficiência renal.

A cafeína, ingerida em excesso, está associada diretamente à formação de cálculos renais.

No entanto, é bom destacar que a ingestão moderada de café ou chá, (com cafeína) não prejudica a saúde.

Mas não é aconselhável beber energéticos e refrigerantes com cafeína.

9. Consumir bebidas alcoólicas em excesso.

As bebidas com álcool levam toxinas para os rins e fígado e consumidas exageradamente, provocam distúrbios nos rins.

Para aqueles que bebem muito álcool, é bom lembrar que o ácido úrico fica armazenado nos condutos renais e causa o bloqueio que aumenta o risco de adquirir insuficiência renal.

O álcool desidrata o corpo e também prejudica o desempenho ideal dos rins.

10. Subestimar o tratamento das infecções comuns.

Os problemas renais também podem ser o resultado de imprudência.

Quando você sofre de tosse, resfriados, gripe, amigdalite ou faringite, deve agendar atendimento médico.

A negligência em tratar uma infecção pode provocar problemas renais.

Por isso, cuide seu corpo, reforce sua imunidade com antibióticos de origem natural e consulte um bom médico.

Fonte: curapelanatureza

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.