1,5 milhões de ácaros podem estar vivendo em sua cama! Destrua-os, fazendo apenas uma coisa

Todos nós temos diferentes rotinas diárias, mas todos nós arrumamos nossa cama de manhã após se levantar. Desde que eramos crianças nossos pais nos ensinaram  a rotina, mas isso não é uma coisa muito boa, afinal.

Uma pesquisa declarou que fazer a cama imediatamente após levantar-se é insalubre e deixa um milhão de ácaros dentro do colchão e nos lençóis.

Este tipo de ácaros não são vistos a olho nú,  e eles estão se alimentando das nossas células mortas, da pele e suor, eles se reproduzem rapidamente e vivem em nossa cama, lençóis e travesseiros.

Você sabia que podem existir até 1,5 milhões de ácaros em sua cama?

É cientificamente comprovado que os problemas reais começam quando os anticorpos aumentam e o corpo libera histamina. A histamina, por outro lado está ligada com alergias.

Se de repente você começar a espirrar, tossir, ter os olhos vermelhos e lacrimejantes, nariz irritado ou ainda têm problemas respiratórios, então você definitivamente tem contato com ácaros. E em algumas pessoas podem parecer marcas ou coceiras.

1-5-million-dust-mites-may-be-living-in-your-bed-destroy-them-by-doing-this-one-thing-only

A única solução para se livrar deles é realmente muito fácil. Não fazer a sua cama imediatamente depois de levantar-se.

Os ácaros da poeira serão expostos a luz do sol e, claro, o ar fresco e em breve eles serão destruídos. Lave frequentemente os lençóis,  pelo menos, uma vez a cada semana e não faça a sua cama até tarde da noite. Tudo será eliminado pelo ar e luz e você vai viver e dormir muito mais saudável.

Fonte:  healthylivingstyle

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.