5 perigos ocultos associados ao ato de beber álcool regularmente

A indústria de bebidas alcoólicas é responsável por mais de 400 bilhões de dólares em atividades econômicas a cada ano nos Estados Unidos. Isso é muito dinheiro!

Claro, não é surpreendente, considerando quanto álcool é consumido; 63% dos americanos bebem licor, vinho ou cerveja regularmente.

Essa estatística tem deixado muitos especialistas de saúde em alerta. Consumir álcool regularmente impacta negativamente em alguns aspectos do corpo humano.

5 efeitos negativos do álcool sobre o corpo humano

bebidas alcoolicas efeitos do alcool

# 1 – Câncer

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer, há um “consenso científico forte” sobre a ligação entre o consumo regular de álcool e vários tipos de câncer em áreas como: Cabeça, Pescoço, Esôfago, Fígado, Mama e Cólon.

Meio milhão de pessoas morrem anualmente por estes e outros tipos de câncer relacionados com o álcool.

O álcool provoca o câncer de diversas maneiras. Por um lado, o seu corpo converte rapidamente o etanol do álcool em acetaldeído – uma substância cancerígena que danifica o DNA e as proteínas.

O álcool também faz seu corpo parar de absorver adequadamente vários nutrientes que são cruciais para combater o câncer, incluindo vitaminas A, B, C e D, bem como carotenóides.

# 2 – Osteoporose

A pesquisa mostrou que álcool afeta negativamente o pâncreas, o órgão responsável pela absorção de cálcio. E o que acontece quando seu corpo não recebe o cálcio que necessita? Os seus ossos crescem mais fracos e o risco de osteoporose aumenta.

O consumo de álcool regular também aumenta a produção de cortisol e do hormônio da paratireóide – o que prejudica seus ossos, tornando-os mais suscetíveis de sofrerem fraturas freqüentes.

# 3 – Depressão

Enquanto a bebida pode fazer você se sentir vivo no momento, seu efeito geral é a de um depressor. Até mesmo pequenas quantidades ingeridas regularmente podem reprogramar seu cérebro e reduzir os seus níveis de serotonina.

# 4 – Desidratação

Este efeito negativo entra em ação no momento em que você começa a beber.

O álcool provoca desidratação, diminuindo a produção do hormônio anti-diurético. Seu corpo usa esse hormônio para absorver a água após a micção; na sua ausência, seu corpo perde água mais rápido do que ele poderia substituir.

A desidratação afeta a pressão arterial, a frequência cardíaca, provoca febre, sonolência, prisão de ventre, tonturas e dor de cabeça.

# 5 – Danos ao fígado

Beber regularmente – mesmo em quantidades que não produzem intoxicação – aumenta significativamente o risco de danos ao fígado.

Especialistas dizem que não há realmente um nível “seguro” de consumo de álcool. Não importa quão pouco você beba, se você bebe regularmente é o suficiente para danificar seu corpo.

Beber é particularmente arriscado quando ultrapassa 6-7 copos por semana – para homens e mulheres.

Fonte: davidwolfe

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.