6 sinais e sintomas de intolerância ao glúten que a maioria das pessoas não sabe

Se você esta sem tempo pra ler a matéria, veja o vídeo abaixo:

O glúten é um tipo de proteína encontrada no trigo, centeio e cevada. Se uma pessoa tem intolerância ao glúten ou sensibilidade, esta proteína pode causar vários sintomas incômodos que melhoram quando o glúten é eliminado da dieta.

A intolerância ao glúten às vezes é confundida com a doença celíaca, e os termos são frequentemente usados de forma intercambiável.

Embora a intolerância ao glúten seja descrita como uma reação alérgica ao glúten no trato digestivo, a doença celíaca é uma doença autoimune herdada em que o glúten leva à inflamação intestinal e danos em longo prazo para o intestino delgado.

Como o glúten é o gatilho comum, os sintomas de sensibilidade ao glúten e os sintomas da doença celíaca são bastante semelhantes.

As pessoas intolerantes ao glúten sofrem de uma infinidade de sintomas que aparecem logo após comer uma refeição e vão embora com relativa rapidez. Às vezes, os sintomas podem durar por vários dias e podem mesmo tornar-se crônicos.

Uma vez que não há atualmente nenhum teste para intolerância ao glúten ou sensibilidade, a única maneira de ser diagnosticado é fazer testes para descartar a doença celíaca como a causa dos sintomas.

Sinais e sintomas de intolerância ao glúten

1. Dores de cabeça recorrentes ou enxaqueca

Se você sentir uma dor de cabeça ou enxaqueca regularmente por algumas horas após comer alimentos que contém glúten, poderia ser um sinal de intolerância ao glúten.

Pesquisas mostram que as pessoas que sofrem de doença celíaca, sensibilidade ao glúten ou doença inflamatória intestinal, muitas vezes sofrem de enxaquecas.

Além de glúten, outros alimentos comuns desencadeiam dores de cabeça como o açúcar, chocolate, cafeína, álcool, queijo, carnes processadas e adoçantes artificiais.

2. Problemas gastrointestinais

Pessoas sensíveis ao glúten muitas vezes sofrem de problemas gastrointestinais ao consumir glúten em qualquer forma. Isso pode incluir gases, inchaço, azia, cólicas abdominais, diarreia ou constipação.

A doença celíaca também provoca uma ampla gama de sintomas gastrointestinais e os pacientes podem se livrar dos sintomas rapidamente com uma dieta livre de glúten.

Se você tiver problemas gastrointestinais depois de comer qualquer coisa que contenha glúten, consulte o seu médico.

3. Fadiga crônica ou extrema

Fadiga, especialmente depois de comer sua refeição pode ser um sinal de intolerância ao glúten. Em pessoas sensíveis ao glúten, o glúten pode impedir a absorção adequada de nutrientes.

Além disso, as pessoas que não estão cientes de sua condição e continuam a comer glúten, podem provocar uma irritação no revestimento intestinal que por sua vez dificulta a absorção de nutrientes adequada.

Devido à falta de absorção adequada de nutrientes, os órgãos do corpo são privados da alimentação de que necessitam. Além disso, comer muito carboidrato simples ao mesmo tempo também pode criar fadiga.

Mesmo as alterações hormonais no corpo devido à sensibilidade ao glúten pode causar fadiga.

4. Mudanças emocionais

Pessoas que são sensíveis ao glúten muitas vezes experimentam sintomas de ansiedade e depressão, tais como sentimento de desespero, falta de interesse, baixa energia, ataques de pânico, mudanças de apetite, sentimentos de perda de controle, alterações do sono, raiva e muito mais. Irritabilidade crônica e mudanças de humor repentinas e irracionais também podem ser notadas.

Sensibilidade ao glúten faz com que o sistema imunológico ataque seus tecidos, levando a inflamação do sistema nervoso. Na verdade, o glúten interfere com a absorção do aminoácido triptofano, que é responsável pelos sentimentos de relaxamento.

O glúten pode causar depressão em pessoas com sensibilidade ao glúten não celíaca, de acordo com pesquisas uma dieta sem glúten ameniza os sintomas de depressão apesar da continuação dos sintomas gastrointestinais.

5. Problemas de pele

Pessoas que são sensíveis ao glúten podem até sofrer de vários problemas de pele, incluindo eczema, acne, psoríase, queratose pilar e dermatite herpetiforme.

Glúten provoca inflamação sob a camada superior da pele, que pode causar erupções cutâneas, coceira, ardor, vermelhidão e até mesmo bolhas dolorosas. Na verdade, a intolerância ao glúten também leva ao excesso de proteína queratina na pele, que não é saudável.

Além disso, como o glúten tem um impacto prejudicial sobre o intestino, pode levar à deficiência de vitamina A no corpo. Esta vitamina é essencial para a pele e cabelos saudáveis.

6. Doenças musculares relacionadas à fibromialgia e a dor

Fibromialgia causa dores musculares agudas e nos ligamentos. A dor grave das articulações e dos músculos pode afetar suas atividades do dia-a-dia.

Outros sintomas da fibromialgia incluem distúrbios do sono, fadiga, dormência ou sensação de formigamento e rigidez nas articulações. Glúten pode ser parcialmente a culpa.

Glúten pode causar inflamação no corpo, levando a dor. As pessoas que são sensíveis ao glúten também experimentam dores articulares e musculares, e até formigamento ou dormência em suas mãos e pés.

Se você tem fibromialgia, tente eliminar o glúten para ver se sua condição melhora.

Fonte: top10homeremedies

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.