7 sinais de alerta precoce de diabetes que você deve prestar atenção

Cerca de 1,4 milhões de americanos são diagnosticados com diabetes a cada ano. A diabetes Tipo 2 é a mais comum.

É caracterizada por elevados níveis de glicemia, causada por uma falta de insulina no organismo, ou a incapacidade do organismo de utilizar a insulina corretamente.

Os níveis de açúcar no sangue tornam-se elevados e podem causar estragos em vasos sanguíneos, causando complicações.

Os rins podem ser danificados, bem como os olhos e os nervos, e o risco de ataque cardíaco e acidente vascular cerebral pode dobrar.

Você sabia que a diabetes é como uma “epidemia”?

Cada vez mais e mais pessoas estão desenvolvendo diabetes tipo 2, incluindo crianças. Os fatores de risco para diabetes tipo 2 incluem:

– A história familiar de diabetes
– Estar acima do peso
– Manter uma dieta pouco saudável
– Inatividade física
– Pressão alta
– História de diabetes gestacional
– Tolerância à glicose diminuída

signs-diabetes-FI-759x420

Sinais de alerta precoce de diabetes

Conhecer os sinais e sintomas de diabetes tipo 2 pode ajudá-lo a pegá-lo logo no início e aprender a controlá-lo. Os níveis de açúcar no sangue quanto mais permanecem elevados, maior a probabilidade de danos para o organismo.

1. Fome excessiva

Decorrente de elevações acentuadas e baixos níveis de açúcar no sangue. Quando os níveis de açúcar no sangue caem, o corpo acredita que não foi alimentado, fazendo-o desejar mais glicose que as células precisam para funcionar.

2. Fadiga

Níveis elevados de açúcar no sangue pode causar fadiga e irritabilidade. O corpo tem de trabalhar mais para compensar sua deficiência de glicose, por isso, alguém que sofre de diabetes pode ficar cansado mais rápido e facilmente. Estar cansado pode levar à irritabilidade.

3. Aumento da frequência urinária / sede constante

A diabetes faz com que os rins trabalhem em uma velocidade superior ao tentar se livrar de toda a glicose extra no sangue. Com os rins trabalhando mais duro, você pode experimentar a vontade de urinar com mais frequência, incluindo várias vezes durante a noite. A sede excessiva é como o corpo tenta repor os líquidos perdidos.

4. Pele seca e coceira

A pele seca e coceira pode ser o resultado de má circulação – um possível sinal de alerta precoce de diabetes. Este sintoma também pode ser o resultado da perda de muita urina, o que pode levar à desidratação.

5. Visão obscura

A visão distorcida é um resultado direto dos níveis de açúcar no sangue. Quando a glicose no sangue é elevada, pode, na verdade, alterar a forma da visão. Este sintoma vai diminuir quando os níveis de açúcar no sangue são devolvidos ao normal, mas ignorando este sinal de alerta precoce e permitindo que os níveis de açúcar no sangue para permanecer alta por muito tempo pode causar danos permanentes.

6. Infecções fúngicas

O corpo está num estado de imunossupressão, quando se desenvolve a diabetes, o que significa que alguém com diabetes se torna mais propensos a infecções. E as principais são infecções fúngicas.

7. Feridas que não são curadas 

Diabetes pode retardar a cura de infecções, cortes e contusões. Isto acontece porque os vasos sanguíneos sãos danificados pelas quantidades excessivas de glicose através das veias e artérias, tornando-a mais difícil para o sangue (necessário para a cura) para atingir diferentes áreas do corpo.

Fonte:  davidwolfe.

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.