8 ervas naturais que melhoram a tireoide e funcionam melhor que medicação!

A glândula tiróide é uma glândula endócrina que está localizado na parte frontal inferior do pescoço. Sua principal tarefa é fazer os hormônios da tiróide, que são secretados no sangue, em seguida, transportados para todos os tecidos do corpo.

Os hormônios da tiróide permitem que o corpo utilize a energia, fique quente, e mantenha o cérebro, coração e outros órgãos funcionando corretamente.

Quando a tireóide está fora de sintonia, pode produzir pouco ou muitos hormônios da tireóide, que pode levar a outros problemas, incluindo perda de peso ou ganho de peso, fadiga e inquietação.

Os dois principais distúrbios da tiróide são o hipotiroidismo e hipertiroidismo.

O hipotireoidismo é quando a glândula tireóide não pode fazer hormônio da tireóide suficiente para manter o corpo funcionando adequadamente, desacelerando o metabolismo.

a2-690x361

O hipertireoidismo é quando a glândula tireóide produz o hormônio da tireóide demais, fazendo com que as funções do corpo acelerem, incluindo o metabolismo e o coração.

Os sinais e sintomas de um distúrbio da tiróide variam, mas geralmente incluem exaustão, alterações do apetite, níveis elevados de colesterol, perda de cabelo, a regulação inadequada da temperatura corporal, padrões de sono irregulares e uma voz rouca ou sensação estranha no pescoço.

Se você acha que pode estar sofrendo de uma condição da tiróide, visite seu médico! Depois que você já identificou o problema, tente considerar um desses remédios à base de plantas naturais:

Para Hipotireoidismo

1. Fucus vesiculosus, conhecida pelos nomes comuns de bodelha e fava-do-mar, pode ser benéfico para aqueles que sofrem de uma disfunção da tiróide, graças ao seu alto teor de iodo. O iodo é um dos nutrientes mais importantes para a tireóide.

2. A linhaça é conhecida por suas contribuições para a saúde digestiva, mas também é uma grande erva para a tireóide. Aqueles com uma disfunção da tiróide pode usá-lo para ajudar a aumentar a taxa de hormônio da tireóide no corpo por consumir linhaça em uma base diária. Cerca de uma colher de sopa por dia é suficiente para colher o beneficio.

3. Alcaçuz pode ajudar. Ele ajuda a promover a regulação hormonal da tiróide ao mesmo tempo proporcionar um impulso de energia suave. Alcaçuz também contém  ácido glycyrrhetinic – um composto que tem sido estudado para o seu potencial para inibir o crescimento de certos tipos de câncer da tiróide.

4. Oenothera, esta erva pode ajudar a controlar os sintomas de uma disfunção da tiróide. Ele trabalha para reduzir a perda de cabelo e acalmar pesados ​​períodos menstruais. Beber esta erva na forma de um chá vai te ajudar.

Para Hipertireoidismo

5. Echinacea, esta erva é conhecida por suas propriedades de aumento imunes. Aqueles que têm uma tireóide hiperativa pode usar a raiz da erva para promover a saúde da tiróide. Simplesmente coloque as raízes em água para ferver para fazer um chá saudável e nutritivo.

6. Erva-cidreira é um membro da família de hortelã, e é considerada uma erva calmante. Ela atua diretamente sobre a glândula tireóide, bloqueando parte do hormônio da tiróide no corpo, ajudando a normalizar a atividade de uma glândula tiróide.

7. Urtica dioica, faz bem para a saúde da tireóide, graças ao seu alto teor de iodo. Ela pode ajudar a reverter uma deficiência de iodo. E fazer chá de urtiga é fácil.

8. Gengibre, repleto de benefícios para a saúde, ele pode promover a saúde de tireoide. Ele é rico em zinco, magnésio e potássio – nutrientes que a tireóide necessita para uma saúde ótima. Use gengibre fresco para fazer um chá de gengibre com um pouco de mel orgânico.

Fonte:  davidwolfe

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.