9 alimentos que são tóxicos e voce nem sabia

“A diferença entre o remédio e o veneno está na dose”

Essa célebre frase dita por Paracelso, o pai da química, é um princípio que pode se estender a muitas outras coisas na vida. Em se tratando da nossa alimentação, os excessos são os principais causadores de problemas na saúde.

Mas não é só a quantidade dos alimentos que ingerimos que podem afetar nossa saúde: a maneira como os preparamos pode fazer toda diferença entre o saudável e o tóxico para o organismo.

No vídeo de hoje vamos te mostrar alguns alimentos que podem ser tóxicos se preparados ou consumidos de forma errada:

Se você esta sem tempo para ler o artigo, veja o vídeo abaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=F7iJmUPDSp4

Pimenta
A pimenta é um bom exemplo para a frase que foi dita no início do vídeo. Se for consumida em doses elevadas, ela pode ser letal. Isso se deve a capsaicina, substância responsável por dar o sabor picante ao alimento.

Batatas
A batata possui solanina, uma toxina que atua como um pesticida ou fungicida. Trata-se de uma defesa natural contra insetos e fungos que possam atacá-las. A solanina é muito venenosa em grandes doses. Pode causar desde sintomas gastrointestinais até alucinações, paralisia e até a morte. Felizmente, para se tornar tóxica você teria que comer muitas batatas de uma só vez.

Castanha
de Caju As castanhas quando são torradas ou cozidas, além de saborosas, são muito benéficas. O perigo está no consumo dela crua ou mal cozida. Nesse estado ela poderá liberar uma toxina chamada urushiol, que pode até ser letal. Em pequenas quantidades, pode ocasionar problemas de pele.

Amêndoas
Assim como as castanhas de caju, as amêndoas (principalmente as mais amargas) precisam passar pelo processo de torragem e cozimento. Isso se deve ao fato delas possuírem cianeto, substância tóxica quando consumida em grandes quantidades.

Cereja
As cerejas parecem inofensivas, mas quando consumidas em doses muito elevadas, podem ser tóxicas. Isso porque as cerejas possuem um ácido encontrado em outros alimentos. Em excesso ele pode causar dores de cabeça, confusão mental e vômitos.

Maçã
As maçãs tem uma excelente reputação quando falamos de alimentos saudáveis. Mas nem tudo na fruta pode ser ingerido sem riscos: suas sementes possuem cianeto. Apesar de estar em baixa concentração, algumas pessoas costumam ingerir essas sementes em grandes quantidades, o que pode fazer com que você acabe passando mal.

Atum
O atum possui alta concentração de metais pesados como o mercúrio. Em doses normais, ele é processado normalmente pelos nossos rins. No entanto, caso o nosso corpo não consiga processá-lo da forma ideal, ele pode impactar negativamente o desenvolvimento normal das funções cerebrais, além de causar tonturas, desmaios e falta de coordenação.

Tomate
A fruta em si não contém veneno, mas o caule e as folhas possuem glicoalcalóides que, em níveis elevados, podem gerar problemas estomacais e nervosismo. Se você costuma usar alguma dessas partes do tomate para temperar, tenha certeza de removê-los antes de comer.

Cogumelos
Os cogumelos são alimentos extremamente perigosos pelo simples fatos de existirem milhares de espécies com várias características. Apesar de alguns serem comestíveis, há diversos tipos de cogumelos tóxicos. Uma das mais mortais toxinas de cogumelos é a alpha-amanitina, que causa danos ao fígado.

✅ INSCREVA-SE NO CANAL AQUI ► https://goo.gl/JWAeet

Gostou deste vídeo? Se você gostou do vídeo, curta, se inscreva no canal e compartilhe com seus amigos.

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.