A dor que você sente pode ser sinal de algo mais grave – veja como identificar

Toda dor é um aviso de que alguma coisa está errada. Porém nem muita gente procura ignorar as dores que sentem, como se tudo fosse normal.

Existem dores que duram mais de uma semana, então elas precisam de uma atenção especial. E se nós conseguimos detectar o problema com antecedência, podemos salvar nossa vida.

Por isso, fique atento a dores nessas áreas do corpo:

dor_e_relacoes_-_novo

1. Coração –  problemas no coração podem vir com dor no peito, como também na parte superior das costas, no lado esquerdo do corpo ou na mão direita.

2. Pulmões e diafragma – problemas nestas áreas podem se manifestar com dor no pescoço e ombros superiores.

3. Estômago e pâncreas – dor abdominal e dos nas costas em particular na área onde o estômago e pâncreas estão presentes é sinal de que há um grande problema nesses dois órgãos.

Aproximadamente 50% das pessoas que têm pancreatite crônica sofrem com dor nas costas.

4. Fígado e vesícula biliar – se houver algo errado com esses órgãos, você provavelmente vai sentir dor nos ombros, pescoço e toda a parte superior – principalmente no lado direito do corpo.

Você também poderá sentir dor no diafragma.

5. Intestino delgado – problemas no intestino delgado são manifestados geralmente com dores ao redor do umbigo.

6. Intestino grosso – problemas nessa área causam dor no abdome inferior central, que é sinal de infecção no cólon ou recto.

7. Rins – quando se trata de rins, é difícil detectar o problema.

Mas as dores tendem a surgir nas costas, parte inferior do abdome, pelves e coxas.

8. Bexiga – problemas de bexiga são detectados com dores na pelve mais baixa.

9. Ovário – a inflamação dos ovários causa dor no abdome de ambos os lados.

Fonte:  curapelanatureza

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.