A posição que você dorme pode afetar sua saúde?

Quem pensa que dormir é bom apenas para descansar e recuperar as energias, está bem enganado.

Durante o sono nosso corpo realiza diversas tarefas importantes, como a liberação de hormônios, eliminação de toxinas, relaxamento muscular e até a eliminação de informações inúteis.

Pesquisas indicam que dormir tarde e descansar por poucas horas pode ocasionar que nossos pensamentos se tornem mais negativos e pessimistas. Além disso, a qualidade do sono também pode afetar importantes hormônios que regulam nossa fome, o que pode afetar inclusive a dieta e no ganho de peso.

Já que dormir bem é tão importante, você sabe qual a melhor posição para dormir?

Embora cada pessoa tenha a sua forma preferida de dormir, a mudança deste simples hábito pode fazer grande diferença na sua saúde.

Se você esta sem tempo para ler o artigo, veja o vídeo abaixo:

Veja os benefícios e desvantagens que cada posição oferece:

1. Lado esquerdo
Dormir de lado é uma das posições mais comuns. Estudos apontam que dormir virado para o lado esquerdo é uma das melhores posições para dormir, pois traz inúmeros benefícios à saúde. A primeira delas é promover a drenagem do sistema linfático, que é dominante desse lado do corpo. Este processo ajuda na expulsão de substâncias tóxicas para o organismo, evita inchaços, e o acúmulo de líquidos no organismo. Além disso, o pâncreas e o estômago estão localizados do lado esquerdo do corpo, o que facilita a digestão.

Nesta forma de dormir, a cabeça e os pés ficam à altura do coração, o que facilita a circulação sanguínea e promove o bom funcionamento do corpo enquanto dorme. É importante escolher um travesseiro que fique na altura dos ombros para que você não durma com a cabeça inclinada.

2. Lado direito
Embora o lado esquerdo tenha mais benefícios para dormir, essa posição também permite o correto posicionamento da coluna e o bom funcionamento do corpo enquanto dorme. No entanto, devido ao relaxamento do esfíncter do esôfago, essa escolha aumenta as chances de ocorrer um refluxo gástrico.

3. De barriga para cima
Muitos acreditam que a barriga para cima é uma das melhores posições para dormir, pois relaxa as articulações e evita torções e dores. Mas para que isso ocorra, você deve dormir com os braços esticados e paralelos ao corpo, ou repousando sobre o abdômen. É também uma excelente posição para aliviar os sintomas de quem sofre de refluxo gástrico.

Uma outra boa razão para dormir de barriga para cima é estética. Nessa posição, evitamos colocar o rosto no travesseiro, o que diminui o risco de aparecimento de rugas.

A parte ruim é que essa posição é pouco favorável para a coluna, sendo assim fundamental usar uma almofada baixa para alinhar a cervical com o restante da coluna. Se não o fizer poderá acabar por ficar com dores nas costas, pescoço e ombros. Essa posição também favorece problemas como ronco e apnéia.

4. De barriga para baixo
Embora não exista consenso sobre qual a melhor posição para dormir, essa certamente não é das melhores. Uma das principais razões é porque essa posição é muito prejudicial para a coluna, forçando a região lombar e cervical, o que pode ocasionar torcicolos e dores nas costas, ombros e pescoço. provocando fortes dores nas costas, torcicolos, dor nos ombros e no pescoço. Além disso, por causa da pressão exercida nos pulmões, alguns problemas respiratórios podem surgir.

5. Posição fetal
Essa posição é bastante comum entre as mulheres. Apesar de ser comum, ela pode ser prejudicial a coluna, pois poderá causar tensão e dor no pescoço e nas costas.

Além disso esta posição não permite a respiração profunda ou diafragmática, o que é prejudicial para a saúde. A única vantagem desta posição seria a diminuição dos roncos.

E você, em qual posição prefere dormir?

Fonte: What’s the Best Sleep Position for Your Health?

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.