Aprenda a fazer um removedor de esmalte natural e veja como tirar esmalte sem acetona!

Se você esta sem tempo para ler o artigo, veja o vídeo abaixo:

Usar esmalte de unha pode ser uma ótima maneira de manter as unhas e as mãos bonitas. Ao optar por usar esmalte de unhas devemos considerar os produtos químicos que o acompanham, especialmente aqueles usados para remover o esmalte de unhas.

O removedor de esmalte é definitivamente uma maneira rápida e fácil de remover o esmalte das unhas. Entretanto, o removedor de esmalte convencional é seguro? A resposta é bem simples: não.

Muitos removedores de esmalte de unhas contêm produtos químicos tóxicos, como formaldeído, tolueno e ftalatos. Esses produtos químicos foram encontrados há muito tempo no removedor de esmaltes de unha e podem causar problemas como câncer, asma e problemas com o sistema reprodutivo.

Não é de admirar que o cheiro de um estúdio de unhas seja tão intenso.

Outro ingrediente que é muito comum no removedor de esmaltes é a acetona. A acetona é perigosa porque é inflamável sendo poderosa o suficiente para dissolver o plástico. Esse poder concentrado da acetona quando em contato com o corpo pode causar danos reprodutivos e toxicológicos nos órgãos.

Tendo em mente esse perigo silencioso que passamos sem sequer nos darmos conta, esse artigo traz uma receita de como fazer um removedor de unhas natural e como tirar esmalte sem acetona.

Como fazer o seu próprio removedor de esmalte de unha natural?

Ingredientes:
1/3 xícara de vinagre de maçã orgânico
3 gotas de óleo essencial de toranja
3 gotas de óleo essencial de laranja doce
7 gotas de óleo essencial de limão
1/3 copo de álcool isopropílico

Como fazer

Primeiro, comece por derramar uma xícara de vinagre de maçã orgânica em uma tigela pequena. O vinagre de maçã é ótimo por vários motivos. É antibacteriano e antifúngico, o que ajuda a evitar o desenvolvimento de bactérias na unha.

Em seguida, adicione óleos essenciais ácidos. Óleos de toranja, laranja doce e limão são todos ácidos. É o ácido que ajuda a remover o esmalte das unhas. Além disso, eles também contêm outros atributos. O óleo essencial da toranja e o de laranja doce são antimicrobianos naturais, por exemplo.

O óleo essencial de limão é ótimo também, uma vez que aumenta a prevenção de bactérias, oferecendo vitamina C nutritiva para a pele. O óleo essencial de limão contém d-limoneno que é um antioxidante que ajuda a manter as unhas saudáveis ao remover o esmalte.

Por fim, adicione o álcool isopropílico e misture bem todos os ingredientes. O álcool isopropílico é uma substância natural composta de etanol ou álcool etílico, mas que só deve ser utilizada topicamente, ou seja, não pode ser consumida.

Após misturar todos os ingredientes, basta aplicar o removedor de esmalte natural. Veja como usá-lo: Agora que você fez seu removedor de esmalte natural, é hora de experimentá-lo.

Mergulhe uma bola de algodão na solução e comece a esfregá-la nas unhas. Você também pode mergulhar as unhas na solução por cerca de 20 segundos, então use uma bola de algodão para limpar. Depois de terminar, lave as mãos com água morna e um sabão suave, aplique hidratante nas mãos e nas unhas, pois a acidez pode secá-las um pouco.

Você também pode usar o óleo de coco para ajudar a hidratar a pela e as unhas. Armazene o produto restante em uma pequena garrafa ou recipiente.

Agora que você já sabe como tirar esmalte sem acetona, basta fazer a receita de removedor de esmalte natural e cuidar das suas unhas de forma mais saudável para a sua pele.

Fonte: theheartysoul

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.