Aprenda como reconhecer o sal do himalaia e evite comprar falsificações que podem fazer mal a saúde

Se você esta sem tempo pra ler a matéria, veja o vídeo abaixo:

Ter uma vida saudável requer dedicação, especialmente no início quando estamos iniciando a jornada de mudar nossos hábitos. É preciso “sentir na pele” que nossa disciplina foi bem-sucedida e, em muitos casos, uma dieta malfeita pode colocar tudo a perder.

Além disso, alguns ingredientes mais específicos e ligados a doenças muitas vezes graves podem ser caros. Isso é um problema, pois pessoas mal intencionadas podem chegar ao ponto de falsificar alguns ingredientes. Especialmente ingredientes importados, que tão uma taxação alta no nosso país.

O dos ingredientes muito usados em receitas naturais é o sal do himalaia. Ele é retirado da pedra de sal do himalaia e, geralmente, é encontrado em casas de produtos naturais.

O sal do Himalaia é riquíssimo em minerai e é muito utilizado para receitas que tratam de problemas de saúde muito sérios como a saúde vascular, a função respiratória, o equilíbrio do pH nas células, a redução dos sinais de envelhecimento, entre outros.

Imagine consumir uma receita natural pensando que comprou o sal do himalaia e na realidade está consumindo sal de cozinha. Isso pode trazer sérios problemas a sua saúde devido ao sódio do sal de cozinha.

O sal do himalaia é caro por ser um alimento importado. Por isso, é muito importante saber se o que você comprou é o sal do Himalaia verdadeiro.

Saiba como identificar se o sal que você comprou vem da pedra de sal do himalaia:

1. Observe o preço: Desconfie preços muito baratos. Lembre-se que é um produto importado.

2. Observe o tipo de cristal: o verdadeiro sal do himalaia é mais sequinho, pois é extraído de minas secas.

3. Observe a cor: o verdadeiro sal do Himalaia é mais claro do que o falsificado.

O melhor teste para saber se o sal do himalaia é o verdadeiro é testá-lo na água.

Coloque o sal do himalaia num copo com água e mexa bem. O sal falso deixa a água bastante escura e um pouco avermelhada.

O sal verdadeiro, extraído da pedra de sal do himalaia não escurece a água.

O sal falso escurece a água, pois os estelionatários colorem o sal marinho com corante e, obviamente, esse corante sai na água.

O sal do himalaia realmente tem uma cor rosa, entretanto, isso se dá naturalmente pela presença de um pouco de flúor. O flúor presente no sal do himalaia não faz mal à saúde devido a ser uma quantidade absolutamente insignificante. Portanto, é seguro de ser consumido.

Além disso, por ter uma concentração absurda de minerais, o sal do himalaia é bem mais forte do que o sal marinho. Por conta disso, dura muito mais, pois usamos uma quantidade menor para temperar pratos e alimentos.

Agora que você sabe como detectar o verdadeiro sal da pedra de sal do himalaia, preste atenção nas suas compras e procure proteger-se de possíveis criminosos.

Fonte: curapelanatureza

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.