Canudos de plástico: ruins para o meio ambiente e para o seu corpo

Basta pedir uma bebida em um restaurante, e mesmo sem você escolher, eles estão lá: os canudos de plástico.

Por mais de 50 anos esses pequenos tubos descartáveis acompanham nossas bebidas e apesar de nos trazer uma pequena conveniência, acabam gerando um grande impacto no meio ambiente.

Se você esta sem tempo para ler o artigo, veja o vídeo abaixo:

Estima-se que em média, utilizamos um canudo de plástico por 4 minutos, até que ele não seja mais necessário e então possa ser descartado.

Além de não ser biodegradável, ou seja, os microorganismos da terra não poderem reciclá-los naturalmente, os canudos de plástico podem levar até 200 anos para se decomporem.

A conscientização desse impacto negativo aumentou depois de um episódio ocorrido na Costa Rica, onde biólogos marinhos mostraram o sofrimento de uma tartaruga, ao ter um canudo de plástico removido de suas narinas.

Os canudos de plástico não só afetam a vida no fundo do mar, como até das aves marinhas, que procuram alimento nos oceanos.

Estima-se que 10 milhões de toneladas de materiais plásticos cheguem aos oceanos anualmente e que mais de 100 mil toneladas sejam de canudos plásticos descartáveis.

Se não bastasse tudo isso, esses canudos são difíceis de serem reciclados. Para se ter uma idéia, diariamente são utilizados cerca de 500 milhões de canudos de plástico somente nos EUA.

A boa notícia é que vários lugares do mundo, como Malibu, Vancouver, e até mesmo o Reino Unido, já proibiram totalmente o uso desses canudinhos.

Algumas empresas como o Starbucks também se comprometeram a eliminar os canudos feitos desse material dos seus restaurantes.

Mas não é só o meio ambiente que sofre os efeitos do uso desses canudos. Eles podem ter impacto negativo também na nossa saúde.

Em primeiro lugar, beber através de um canudo pode fazer com que mais ar entre no sistema digestivo, aumentando a probabilidade de você sentir gás e inchaço depois de beber alguma coisa.

Outro efeito negativo é um risco maior de cáries e manchas nos dentes. Muita gente acredita que utilizar canudos evita esses males.

Isso é verdade, apenas se o canudo levar o líquido diretamente para a garganta, evitando qualquer contato com o resto da boca e, por consequência, com os dentes.

Além disso, o uso regular de canudos pode provocar o surgimento de rugas em volta da boca, semelhantes as que surgem na boca de pessoas que fumam.

Por último e não menos importante, o material utilizado na fabricação desses canudos pode causar impacto também em nosso sistema endócrino.

De acordo com a pesquisadora e nutricionista, Christy Brissette, o polipropileno presente nos canudos de plástico pode se infiltrar na água e afetar os níveis de estrogênio em seres humanos, sendo altamente cancerígeno.

Para ela, os plásticos de modo geral são nocivos para a saúde, e por essa razão, ela recomenda sempre que possível evitá-los.

De qualquer forma, sabendo de todos os riscos associados aos canudos de plástico, precisamos repensar nossas escolhas.

Para quem não tem limitações para beber, o ideal é sempre beber direto do copo. Já se você por alguma razão precisa de canudinho para beber, existem alternativas feitas de outros materiais como bambu, vidro e palha que são menos prejudiciais a saúde e ao meio ambiente.

Fonte: Here

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.