Como saber que seu fígado está doente, e resolver isso de forma eficaz

Para se ter uma vida saudável é essencial termos um fígado sadio. Um figado doente pode causar sérios problemas, afetando sua qualidade de vida.

sinais de problemas no figado

É importante cuidar do seu fígado. Apesar de ter uma grande capacidade de se recuperar, o fígado pode chegar a um desgaste maior, o que pode causar danos irreparáveis a sua saúde.

Você pode detectar isso logo no inicio, basta ficar atento a 15 sinais :

1. Aumento de Peso sem causa
2. Hormonios em desequilibrio
3. Espinhas, oleosidade ou problemas na pele
4. Dor muscular ou articular
5. Sintomas de depressão e ansiedade
6. Dor de cabeça com frequencia
7. Cansaço
8. Falta de concentração
9. Olhos amarelados
10. Sonolência
11.  Suor em excesso
12. Diarreia, prisão de ventre ou gases
13. Urina parda
14. Dor abdominal
15. Mau hálito

Para evitar problemas e ter uma melhora na sua função hepática é preciso algumas mudanças de hábitos e incluir alimentos saudáveis na sua rotina.

Beba entre 6 a 8 copos de água diariamente;
Inclua no seu cardápio as sementes, proteina animal magra, leguminosas e cereais;
Ingira alimentos rico em fibras, como brócolis, couve, acelga, alcachofras, alface, cenoura, semente de chia , linhaça entre outras;
Não beba álcool;
Consuma alimentos rico em enxofre como ovos, alho, cebola e couve;
Tome um copo de água morna com limão em jejum;
Não ingerir óleos de soja, canela ou milho;
Corte açúcares;
Não ingera alimentos industrializados ou processados como salsichas;
De prêferencia as folhas verdes que contenham magnésio, folato, vitamina B e C

Fonte: curapelanatureza

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.