Como tratar naturalmente unha encravada de forma rápida e fácil

Alguma vez você já sofreu com uma unha encravada?

Então você sabe o quão doloroso pode ser quando uma unha cresce na pele macia em volta dela. Embora geralmente aconteça com as unhas dos pés, também ocorre nas unhas das mãos.

Como isso acontece? E quais são as formas de cuidar de uma unha encravada?

Uma unha encravada pode ser causada por sapatos demasiado apertados, unhas que não foram cortadas corretamente, uma ferida causada por um prego, ou por unhas dos pés extraordinariamente curvas.

Além disso, as pessoas que têm diabetes ou outros problemas de saúde que impedem o sangue de fluir para os pés corretamente são mais propensas a ficar com as unhas encravadas.

Alguns sinais de uma unha encravada são as dores constantes, vermelhidão e inchaço. Se não for tratada imediatamente, a onixe ou unha encravada, pode levar à infecção.

Os sinais são: vermelhidão e inchaço ao redor da unha, pus e secreção aquosa com vestígios de sangue.

Existem maneiras de tratar uma unha encravada em casa. No entanto, se você vê sinais de infecção, consulte um médico, porque a infecção pode se espalhar e causar problemas.

unhaunha

1. Pôr de molho em água morna
Se você procura diminuir a dor, o inchaço e a sensibilidade provocada por uma unha encravada, tente pôr os pés em água morna algumas vezes por dia.

Encha um recipiente com água morna.
Mergulhe os pés durante 15

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.