Cura tibetana do alho: uma receita milenar para fortalecer o sistema imunológico e tratar as viroses e gripes!

A receita que apresentamos foi criada por monges tibetanos e, aqui no Ocidente, é mais conhecida como a “cura tibetana do alho”.

O alho já é um elemento conhecido de quem está acostumado a usar os remédios naturais para ter uma vida mais saudável e combater doenças.

A cura tibetana do alho é uma receita especial porque concentra os nutrientes do alimento de uma forma muito mais efetiva.

A função principal da cura tibetana é desintoxicar o organismo de forma generalizada.

Para você ter uma ideia do poder dessa receita, observe alguns de seus impactos:

– Atua na redução do colesterol LDL que é responsável pelo entupimento de artérias e doenças cardíacas;
– Incentiva a produção do colesterol HDL que traz efeitos importantes para a saúde do coração;
– Controla a produção dos triglicerídeos que são altamente perigosos para a saúde, quando estão em grande quantidade no corpo;
– Regula a pressão arterial, imprescindível para termos um coração saudável;
– Atua na diminuição da retenção de líquidos, muito comum especialmente durante o período menstrual das mulheres;
– Promove o melhor funcionamento das atividades do fígado;
– Permite uma melhor circulação do sangue;
– Melhora a atividade renal;
– Estimula o melhor funcionamento do sistema imunológico, e;
– Acelera o metabolismo do corpo o que é grande auxílio para as pessoas que precisam perder peso.

Cura tibetana da imunidade com alho

Como podemos ver, os efeitos da cura tibetana do alho são bem abrangentes e altamente importantes para melhorar a nossa qualidade de vida e prevenir doenças.

Por conta disso, é importante que você consulte seu médico antes de iniciar esse tratamento, uma vez que para potencializar o poder do alho, a receita leva cachaça.

Além disso, como alguns dos efeitos são bem poderosos e lidam diretamente com doenças que requerem tratamentos que utilizam remédios controlados, consultar um médico antes da receita é importante para que os efeitos não criem outros problemas no seu organismo.

Também é importante ter em mente que o tratamento com a cura tibetana do alho é feito de forma homeopática, portanto, as doses são pequenas.

Nesse sentido, você terá que conseguir um frasco com uma tampo de conta-gotas.

Os ingredientes da cura tibetana são bem simples: 350 ml de alho (que pode ser picado, triturado ou esmagado) e 250 ml de cachaça.

A receita também pode ser adaptada para o uso de álcool 70%. Entretanto, certifique-se de que é o tipo de álcool para uso interno, ou seja, não é o álcool gel que vende na farmácia.

Devido a dificuldade em encontrar esse tipo de álcool, optamos pelo uso da cachaça que pode substituí-lo sem alteração no efeito da curta tibetana.

Preste atenção na preparação:

Coloque a cachaça num copo e/ou frasco com tampa e mergulhe o alho e deixe a mistura tampada por dez dias.
Para conseguir o benefício total da receita, certifique-se de que a mistura está muito bem tampada.

Após os dez dias, coe a solução com uma peneira de tela bem fina e leve à geladeira por mais três dias em frasco bem fechado.

A receita é fácil de fazer, não é? Agora preste atenção em como usar a receita, pois a ordem dos passos é importante.

Modo de usar:

Primeiro dia: Tome 1 gota antes de tomar o seu café da manhã, 2 gotas antes de almoçar e 3 gotas no seu jantar;
Segundo dia: Tome 4 gotas na hora do café da manhã, 5 gotas na hora do almoço e 3 gotas na hora do jantar;
Terceiro dia: 7 gotas no café da manhã, 8 gotas no almoço, 9 gotas no jantar;
Quarto dia: 10 gotas no café da manhã, 11 gotas no almoço, 12 gotas no jantar;
Quinto dia: 13 gotas no café da manhã, 14 gotas no almoço, 15 gotas no jantar;
Sexto dia: 15 gotas no café da manhã, 14 gotas no almoço, 13 gotas no jantar;
Sétimo dia: 12 gotas no café da manhã, 11 gotas no almoço, 10 gotas no jantar;
Oitavo dia: 9 gotas no café da manhã, 8 gotas no almoço, 7 gotas no jantar;
Nono dia: 6 gotas no café da manhã, 5 gotas no almoço, 4 gotas no jantar;
Décimo dia: 3 gotas no café da manhã, 2 gotas no almoço, 1 gota no jantar;
Do décimo primeiro dia em diante basta tomar 25 gotas, três vezes ao dia, até o consumo final da solução.

A cura tibetana do alho tem efeitos fortes, por isso, esse tratamento deve ser administrado somente a cada CINCO ANOS.

O tratamento é contraindicado para casos de problemas digestivos e gástricos, como úlcera, além de pessoas que precisem tomar anticoagulantes, portanto, reforçamos a importância de consultar seu médico antes de usar a solução.

Fonte: curapelanatureza

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.