Elimine o tártaro naturalmente: com esta receita fácil!

Todos nós conhecemos os enxaguantes bucais vendidos em farmácias e supermercados. Eles tem um papel importante na saúde bucal, uma vez que seu uso tem a função de prevenir a aglomeração de bactérias que podem vir a formar tártaro na região da boca.

Os enxaguantes que conhecemos também oferecem a sensação de frescor e limpeza, com a promessa de manter essa sensação por longas horas.

Apesar dos vários benefícios, os enxaguantes industriais possuem muitos aditivos e substâncias químicas que podem fazer mal a sua saúde, caso você tenha alergia sem saber.

É por isso que todos eles possuem avisos recomendando a não ingestão do produto.

Assim, criar o seu próprio enxaguante bucal é uma boa saída para manter a sua saúde bucal, assim como proteger-se de possível impactos dos produtos químicos, especialmente aqueles usados para dar gosto e aromatizar os enxaguantes industrializados.

tartaro nos dentes

Além disso, fazer o seu enxaguante caseiro diminuirá os seus custos, uma vez que os ingredientes são simples, naturais e fáceis de encontrar.

Nesse sentido, recomendamos duas receitas fabulosas para esse fim, ambas baseadas em bicarbonato de sódio.
O bicarbonato de sódio é, sem dúvidas, o ingrediente mais usado para ações caseiras de limpeza, higienização e clareamento de partes do corpo, como cabelos e dentes.

E não seria diferente nesse caso.

Por isso, preste atenção nas receitas que apresentamos.

Ingredientes:

½ copo de água morna
½ colher de chá de sal
1 colher de sopa de bicarbonato de sódio
1 xícara de água morna
1 escova de dentes
1 copo
2 colheres de sopa de água oxigenada 10 volumes
Palitos de dentes

Veja como é fácil preparar:

Misture o sal e o bicarbonato de sódio.

Passe a escova de dentes nessa mistura e escove os dentes por aproximadamente 2 minutos.

Ainda com a mistura nos dentes, misture a água oxigenada de 10 volumes com água morna e bocheche por, aproximadamente, 1 minuto.

Tome cuidado para não engolir a mistura no processo, pois essa é uma mistura que pode fazer mal ao seu estômago.
Ao final do tempo limite cuspa a mistura.

Remova o tártaro, ou placa bacteriana, dos dentes com o palito de dentes e lave com água fria.

Repita o processo em até duas vezes durante a semana.

Complemente a ação escovando seus dentes três vezes ao dia, com uma pasta de boa qualidade.

Pode ser que você não goste da ideia de misturar bicarbonato de sódio e água oxigenada na sua boca.

Entendemos perfeitamente, uma vez que água oxigenada realmente pode fazer muito mal.

Por isso, temos uma alternativa ainda mais natural a essa receita.

Basta colocar um punhado de semente de linhaça na boca e mastigar até que a semente vire uma pasta.

Com essa pasta na boca, ainda sem engolir, escove os dentes com a escova, sem colocar nada na escova.

A linhaça que você mastigou vira sua pasta de dentes natural.

Esse tipo de limpeza pode ser feito até 3 vezes na semana.

Você também pode utiliza sal marinho.

Nesse caso, recomendamos que o sal seja o Himalaia e, não apenas o sal comum de cozinha.

Basta umedecer a escova de dentes e colocar o sal himalaia para que ele faça o papel de pasta de dente.

Escova os dentes normalmente e enxague com bastante água.

Além disso, o sal himalaia também pode fazer o papel de enxaguante bucal.

Basta diluir ½ colher de chá de sal himalaia num copo de 200 ml de água e bochechar normalmente toda a noite.

As propriedades antibacterianas do sal protegeram sua boca e ajudarão a clarear seus dentes.

Fonte:  top10homeremedies

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.