Esse remédio natural vai limpar os parasitas do seu corpo!

Você já deve ter ouvido histórias de tênias grandes sendo descobertas no corpo de alguém, mas a verdade é mais assustadora, pois os parasitas são mais comuns do que você pensa. Um parasita é um organismo que vive no hospedeiro enquanto se alimenta dele. Existem três tipos principais de parasitas que podem causar doenças em seres humanos: protozoários, helmintose os ectoparasitas.

1. Protozoários

Os protozoários são organismos unicelulares que podem se desenvolver sozinhos ou parasitar um hospedeiro. Eles se multiplicam em seres humanos, causando infecções graves a partir de um único organismo.

Os protozoários podem ser transferidos para seres humanos através de alimentos ou água contaminados por coliformes fecais ou da picada de um inseto, como o mosquito, por exemplo.

2. Helmintos

Diferente do protozoário, os Helmintos são organismos multi celulares bem maiores e tem como exemplo as famosas lombrigas. Geralmente são visíveis a olho nu em seus estágios adultos.

Eles também têm a opção de se desenvolver individualmente ou de parasitar outro organismo. Apesar disso, os helmintos não têm a capacidade de se multiplicar em seres humanos, mas podem nos causar danos.

3. Ectoparasitas

Este termo é mais usado para se referir a organismos como carrapatos, pulgas, piolhos e ácaros que grudam na pele e chegam a se alojar por semanas e até meses.

Estes organismos transferem doenças para os seres humanos e, como se integram ao corpo podem ser difíceis de localizar em alguns casos.

Infecções Parasitárias

As infecções parasitárias causam doenças em todo o mundo. A malária, por exemplo, mata aproximadamente 660.000 pessoas por ano em todo o planeta. Estas infecções costumam afetar pessoas em países de baixa renda, por questões de falta de infraestrutura e hábitos de higiene.

Os seres humanos podem contrair parasitas de várias maneiras, incluindo:

Água Contaminada – Mais de 50% dos lagos, rios e riachos estão infectados com protozoários.

Basta engolir uma pequena quantidade de água para se infectar.

Outros Humanos – Mesmo se você lavar as mãos depois de usar o banheiro, não dá para ter certeza se todo mundo faz o mesmo. Uma ação simples como tocar uma garrafa de ketchup num restaurante, e depois colocar sua mão perto de seu rosto, pode transmitir parasitas.

Animais – Mosquitos, pulgas, carrapatos e até mesmo animais domésticos podem causar infecções parasitas através do contato humano com suas fezes.

Carne – Consumir carne mal cozida é uma fonte muito comum de infecções parasitárias.

Frutas e legumes – Frutas e vegetais mal lavados também são portadores de parasitas.

Viagens – Ao viajar para locais sem infraestrutura, onde os parasitas são mais comuns, tenha cuidado extra com sua higiene para não contrair nenhum deles.

Você pode pensar que a chance de contrair um parasita é remota, mas é importante conhecer os sintomas de uma infecção parasitária para recorrer ao tratamento, quando necessário. Os sintomas mais comuns são:

– Sistema imunológico enfraquecido e doenças constantes

– Comichão no reto

– Infecção vaginal por fungos

– Feridas na boca ou nos lábios

– Fadiga constante

– Inchaço e problemas com gases

– Irritações nas genitais

– Infecções constantes da bexiga

– Cãibras intestinais

– Prisão de ventre ou diarreia

Aprenda o remédio natural que pode ajudar a combater essas infecções:

Alho tem sido usado por séculos como um remédio natural, pois é um potente anti-inflamatório, antioxidante e antiviral. A alicina presente no alho é combate a colite, a diarreia e as infecções parasitárias ao mesmo tempo em que estimula o sistema imunológico a realizar melhor suas funções.

Triture de 1 a 2 dentes de alho e coloque-os num copo de água. Beba antes das refeições para ajudar a matar parasitas e melhorar o funcionamento do seu corpo!

Fonte: davidwolfe

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.