Esta é a melhor forma de prevenir e aliviar as pedras nos rins

O mais importante que você pode fazer para sua saúde renal é cuidar do seu corpo, reduzindo chances de desenvolver doenças. Para evitar as pedras no rins, é importante que você saiba o que causa e como se formam.

As pedras nos rins são causadas por altos níveis de cálcio, oxalato e fósforo na urina. São pedaços sólidos de materiais que se formam no rim quando essas substâncias estão altamente concentradas.

A melhor maneira para se prevenir é beber muita água para se manter hidratado. Pois é muito importante manter a urina diluída para evitar a formação de resíduos em pedras.

Uma das melhores maneiras de tratar é adicionando limão a sua água.

remedio-natural-para-pedra-nos-rins

A água de limão é ótima para limpeza e seu conteúdo de ácido cítrico inibe a formação de pedras e quebra ainda pequenas pedras que possam estar se formando. Quanto mais acido cítrico na sua urina, menor as chances de formar novas pedras.

O ácido cítrico torna a urina menos favorável, e evita que pequenas pedras se tornem problemáticas. Cobrindo e impedindo que outros materiais se prendam sobre elas.

Doses farmacológicas de ácido cítrico prescritas como citrato de potássio, são eficazes no tratamento de pedras. No entanto, pode ser preciso 12 comprimidos por dia, além do que este tratamento pode custar caro.

Uma meia xícara de suco de limão puro por dia é capaz de fornecer a mesma quantia de ácido cítrico como a terapia farmacológica.

Para evitar as pedras você pode seguir essa receita:

Diluir 1/4 de suco de limão em 3/4 de água e beber duas vezes ao dia, uma pela manhã e uma a noite. Alcançando o total de meia xícara de suco de limão por dia.

Fonte: top10homeremedies

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.