Esta pimenta destrói as células do câncer de pâncreas e faz muito mais!

Imagine se houvesse uma especiaria comum que podem destruir as células cancerosas, reconstruir a parede do intestino para melhorar a digestão, ajudar a prevenir um ataque cardíaco e até mesmo ser útil para perda de peso.

Parece bom demais para ser verdade, não é? Mas aqui está a melhor parte: esta especiaria existe, e você provavelmente já tem em seu armário da cozinha!

O fruto quente da planta caiena tem sido usado como um tempero culinário durante séculos, mas tem propriedades medicinais.

Rica em vitamina A, vitamina C e vitamina B, juntamente com o cálcio e potássio, estudos têm mostrado o quão valioso pode ser em termos de saúde e bem estar.

1. destrói células de câncer do pâncreas

O ingrediente ativo em caiena é conhecido como capsaicina. Em 2004, o Dr. Sanjay K. Srivastava e colegas da Universidade de Pittsburgh da Escola de Medicina trataram células pancreáticas com capsaicina.

Eles descobriram que interromperam a função mitocondrial e apoptose induzida (morte celular) em células cancerosas, sem afetar as células saudáveis ​​pancreáticas.

pimenta caiena

No estudo, o Dr. Srivasta declarou:

“Nossos resultados demonstram que a capsaicina é um agente anti-cancerígeno potente, induz a apoptose em células cancerosas e não produz danos significativos para as células pancreáticas normais, indicando seu uso potencial como um novo agente quimioterápico para câncer de pâncreas.” considerando a baixa taxa de sobrevivência para aqueles que sofrem de câncer de pâncreas (6% de taxa de sobrevivência de cinco anos), ela tem o potencial para salvar vidas.

2. destrói células de câncer da próstata

Em um artigo publicado na Reuters, Dr. Soren Lehmann de Cedars-Sinai Medical Center e da Escola de Medicina da UCLA explicou o efeito da capsaicina em células de câncer de próstata, afirmando:

“A capsaicina teve um efeito anti-proliferativo profundo sobre células de câncer de próstata humana em cultura.”

Outros estudos também têm demonstrado que a pimenta caiena pode retardar dramaticamente o desenvolvimento de tumores na próstata.

3. pode reconstruir o intestino

Ter vermes ou parasitas em seu sistema é mais comum do que você provavelmente gostaria de acreditar.

Uma maneira de se livrar deles é encher um copo com suco ou água, em seguida, adicionar 1/4 colher de chá de pimenta caiena. Mexa, em seguida, beba!

Pode ser um pouco picante, mas vai limpar o seu intestino e ajudar seu corpo a se livrar de todas as toxinas que espreitam.

4. ajuda a reduzir taxas de obesidade

Vários estudos têm demonstrado que a pimenta caiena pode ser útil no tratamento da obesidade.

Um estudo mostrou que o consumo de 10 gramas de pimenta caiena com as refeições ajudou a reduzir o apetite, enquanto outros mostraram que caiena aumenta o metabolismo das gorduras alimentares.

5. é um descongestionante natural

A pimenta caiena aquece o corpo, estimulando a liberação de muco das vias respiratórias.

Assim como comer uma pimenta de caiena limpa os seios e levanta a temperatura do corpo, ao mesmo tempo que estimula a circulação e o fluxo sanguíneo para a pele.

Ervas que aumentam a temperatura corporal e promovem a transpiração pode ajudar a reduzir a febre e aliviar a congestão causada por resfriados.

Se você achou este artigo útil, não se esqueça de compartilhar com seus amigos e familiares. Obrigado!

Fonte:  davidwolfe

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.