Consumir óleo de coco leva à diminuição da cintura

Esta sem tempo ou não quer ler toda a matéria? Assista o vídeo abaixo:

Você sabia que a gordura do óleo de coco é uma das melhores gorduras que existem, para o nosso organismo?

E segundo um estudo realizado durante 12 semanas, publicado na revista americana Lipids, consumir óleo de coco ajudar a diminuir a circunferência da cintura.

No total 40 mulheres participaram do estudo, sendo que  20 mulheres se submeteram a uma suplementação de duas colheres (sopa) de óleo de coco e outras 20 consumiram duas colheres (sopa) de óleo de soja.

Os dois grupos seguiram uma dieta de baixa caloria, além de caminharem 50 minutos, durante todo o estudo – todos os dias.

oleo_de_coco_emagrece_-_pesquisas

O grupo de óleo de coco apresentou:

• Aumento do bom colesterol

• Queda do mau colesterol

• Redução da circunferência abdominal e da obesidade.

O grupo do óleo de soja apresentou:

• Aumento do colesterol total

• Aumento do mau colesterol

• Queda do bom colesterol

• Não houve redução da circunferência abdominal e obesidade

Segundo os especialistas o óleo de coco não provoca alteração do colesterol, nem gordura no sangue, além de ser ótimo para a redução da gordura.

Além de ajudar a emagrecer ele preveni diabetes e melhorar a saúde como um todo.

Fonte: whydontyoutrythis |  mdemulher

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.