Exercício caseiro para tratar a labirintite

Esta receita é a melhor forma de tratar uma severa labirintite.

Antes de passar o exercício, vamos comentar um pouco da labirintite, pois isso vai ajudar a entender a eficácia da receita.

A labirintite é uma inflamação na região conhecida como “labirinto”, que fica no interior no ouvido. Os principais sintomas são tonturas e vertigens.

tratarlabirintite1

É um problema que pode prejudicar as atividades do cotidiano, pois pode comprometer tanto o equilíbrio quanto a audição.

As principais vítimas desse mal são fumantes e consumidores de álcool, refrigerante, café ou chocolate.

A cafeína, a propósito, deve ser banida da vida de quem tem ou teve labirintite.

tratarlabirintite3

Uma vida saudável, com alimentação regrada e a prática regular de exercícios é a melhor forma de se proteger da labirintite e da maioria das doenças.

Ela é uma doença do estresse e causada por falta de exercícios.

tratarlabirintite2

EXERCÍCIO

1 – Sente-se – nunca faça esse exercício em pé, pois pode sentir tontura.

2 – Encha os pulmões com ar.

Imediatamente, feche a boca e as narinas e faça força para soltar o ar. Quando não for mais possível segurar o ar, solte-o pela boca e nariz.

Faça o exercício 2 vezes por dia.

Quem já fez o exercício garante que ele resolve o problema, afinal de contas o exercício desobstrui os minúsculos vasos do labirinto, melhorando assim a circulação na região.

Atenção: o exercício é contraindicado para hipertensos, cardiopatas e idosos.

Fonte: curapelanatureza

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.