Fique atento aos sintomas e sinais do câncer de testículo

Se você esta sem tempo pra ler a matéria, veja o vídeo abaixo:

Nosso organismo sempre emite sinais, como uma forma de aviso de que algo está acontecendo.

Apesar de muitos homens não ficarem atentos, o câncer nos testículos também apresenta sinais e sintomas visíveis.

Os testículos são responsáveis por produzirem esperma e hormônios.
Em adultos, os testículos chegam até ao tamanho de uma bola de golfe.

Segundo a American Cancer Society, o câncer do testículo atinge em 90% dos casos as células que produzem o esperma, porém pode atingir qualquer célula que estiver nos testículos.

Um dos primeiros sintomas é sensibilidade e dor. Alguns incham e apresentam caroços. Na maioria das vezes, é possível sentir um desconforto, como um peso em excesso na região.

Outro sinal é de mamas inchadas, que podem durar mais de 2 semanas.

É muito raro que a doença atinja os 2 testículos, e normalmente ocorre entre 15 a 35 anos.

Vale lembrar que as mortes por causa do câncer de testículo é pequena: de cada 5 mil homens diagnosticados com a doença, apenas 1 morre.

Quanto antes for diagnosticado melhor, pois as chances de cura são altíssimas.

Caso note alguma mudança nos seus testículos, procure rapidamente um médico.

Fonte: old.cancer.org

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.