Isso é o que a cor e a forma do seu cocô dizem sobre sua saúde!

Isso mesmo, quem considera que a saúde é uma coisa séria, deve observar os sinais do corpo, mesmo as coisas não tão agradáveis, como as fezes.

A aparência dos excrementos é uma das formas que o nosso corpo utiliza para transmitir mensagens sobre a nossa saúde.

De modo que é aconselhável começar já, a observar a textura, a forma e a cor das fezes, além de seu cheiro. Por sinal, é bom observar qualquer secreção.

Ao fazer isso, podemos descobrir antecipadamente se o intestino funciona de forma adequada e se o organismo absorve os nutrientes corretamente.

Para saber se a aparência do cocô está normal, veja as seguintes possibilidades:

Se a forma é cilíndrica, comprida e o aspecto macio, significa que os excrementos foram eliminados facilmente.

forma e cor do coco

Aqueles que não bebem suficiente água e não ingerem suficientes vegetais (ou “fibras”), normalmente têm fezes ressecadas e com bolinhas duras.

Parece que não é tão importante, mas a observação dos excrementos, às vezes mostra mudanças na grossura, que é um dos sinais de câncer intestinal.

Isso ocorre quando o tumor bloqueia a passagem das fezes e assim, elas saem mais finas.

A colonoscopia é o exame indicado para tirar as dúvidas sobre este assunto.

Para saber se existe algum problema, veja o significado da aparência das fezes:

1. Cocô em formato de bolinhas: é um sinal de deficiência de fibras e líquidos.

2. Quando os excrementos são compridos, cilíndricos e com rachaduras: indica que eles ficaram muito tempo no cólon, é aconselhável consumir mais água e frutas.

3. As fezes alongadas e com rachaduras externas são consideradas normais, mas podem mostrar que existe um princípio de desequilíbrio intestinal. Beba mais água.

4. O formato ideal do cocô é macio, alongado e cilíndrico. Indica que o processo intestinal é normal.

5. Quando as fezes estão em pedaços macios e divididos indicam falta de nutrientes e líquidos. É aconselhável comer aveia, frutas, grãos e legumes cozidos.

6. O estresse e a pressão arterial alta são exteriorizados por fezes em porções macias e bordas irregulares. É bom relaxar, praticar ioga, tai chi chuan e caminhar bastante.

7. O cocô completamente líquido e um sinal de diarreia. É necessário beber muito líquido, evitar as comidas com alto teor de gorduras e descansar.

Cores:

– Verde: a diarreia é a causa mais comum nas fezes dessa cor. O tom esverdeado é o resultado da ingestão de ferro, bebidas verdes ou do consumo recente de antibióticos.

Essa cor também é normal no cocô dos bebês alimentados somente com leite materno.

– Preta: esta cor pode indicar presença de sangue na região gastrointestinal alta, no esôfago, no estomago ou no duodeno. Também pode mostrar o consumo de medicamentos ou suplementos de ferro.

– Amarela: excrementos amarelados mostram infecções intestinais, má digestão, doenças abdominais ou excesso de alimentos gordurosos.

– Branca ou clara: são possíveis indicações de doenças como cistos hepáticos, cirrose ou hepatite.

– Vermelha (com sangue): é um sinal de sangramento, muito comum na região intestinal baixa. Incluindo hemorroidas, divertículos, tumores e colite.

– Marrom: as fezes desta cor são as mais saudáveis. Existem também algumas variações, esverdeadas e amareladas.

Fonte:  curapelanatureza

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.