Isso vai acontecer ao seu corpo se você comer gengibre todos os dias durante 1 mês!

Esta sem tempo ou não quer ler a matéria por completo? Veja o vídeo abaixo:

Você pode saber que o gengibre é um ingrediente comum na culinária asiática e indiana, mas você sabia que ele tem sido usado há séculos por ter propriedades curativas?

O gengibre tem muitos benefícios para a saúde, incluindo alívio de náuseas, problemas digestivos e dor. A parte mais utilizada da planta para fins medicinais é a raiz, conhecido como o rizoma.

Pode ser consumido fresco, em pó, seco, como um tempero, ou utilizados sob a forma de um óleo ou de suco. Se você não usa gengibre em sua cozinha, aqui estão 8 razões pelas quais você deve começar!

1. alivia problemas digestivos 

Os compostos fenólicos do gengibre ajudam a aliviar a irritação no trato gastrointestinal. Eles ajudam a estimular a saliva e a produção de bile, permitindo que alimentos e líquidos se movam de forma mais suave. Num estudo realizado com 24 indivíduos saudáveis, eles tomaram 1,2 gramas de pó de gengibre antes de uma refeição e isso acelerou o esvaziamento do estômago, reduzindo em 50% a indigestão.

2. alivia náuseas

Beber chá de gengibre ou mesmo consumir gengibre cru é uma forma caseira e segura de aliviar a náusea, especialmente durante o tratamento de câncer ou a gravidez.

3. alivia a dor

Um estudo realizado na Universidade da Georgia descobriu que a suplementação diária de gengibre reduziu a dor muscular em 25%. O gengibre também pode ser usado para reduzir a dor durante os ciclos menstruais.

4. reduz a inflamação

A osteoartrite é um problema de saúde comum que envolve a degeneração das articulações do corpo, causando dor nas articulações e rigidez. Em um estudo com 247 pessoas com osteoartrite do joelho, aqueles que tomaram extrato de gengibre tinha menos dor e necessitaram de menos medicação para a dor.

5. reduzir o risco de doença cardíaca

Em um estudo recente envolvendo participantes com diabetes tipo 2, os investigadores descobriram que 2 gramas de pó de gengibre todos os dias, reduziam o açúcar no sangue e levou a uma redução de 10%, no total, ao longo de um período de 12 semanas. O açúcar elevado no sangue é um fator de risco para doenças cardíacas.

6. diminui os níveis de colesterol

Um estudo de 45 dias, envolvendo 85 pessoas com colesterol alto concluiu que 3 gramas de gengibre em pó por dia causou reduções significativas nos níveis de colesterol. Os investigadores acreditam que o gengibre pode ajudar na redução dos níveis de colesterol e reduzir o risco de doença cardíaca.

ginger-body-FI-759x420

7. tem propriedades anti-câncer

Uma substância no gengibre, conhecida como 6-gingerol tem sido estudada como um tratamento alternativo para vários tipos de câncer. Esta teoria ainda está sendo investigada, mas um estudo recente descobriu que 2 gramas de extrato de gengibre por dia reduziu significativamente as moléculas pró-inflamatórias no cólon.

8. pode melhorar a função cerebral

Estresse e inflamação crônica são dois fatores que podem acelerar o processo de envelhecimento, e se tornam um fator-chave da doença de Alzheimer e outras deficiências cognitivas relacionadas com a idade. Alguns estudos sugerem que os antioxidantes e compostos bioativos em gengibre pode inibir respostas inflamatórias que ocorrem no cérebro. Um estudo com 60 mulheres de meia idade, mostrou que o extrato de gengibre pode melhorar o tempo de reação do cérebro e memória.

Fonte: davidwolf

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.