Isto é porque você nunca deve deixar seu cão lamber você!

Você pode pensar que é bonito – aquela língua grande e molhada do seu cão afetuosamente lambendo seu rosto.

Mas e se eu lhe dissesse que há algo muito sinistro sobre isso?

Não, eu não estou dizendo que seu amado animal de estimação está tentando prejudicá-lo. Seu pequeno (ou grande) amigo peludo realmente está tentando mostrar afeto.

Pena que o mesmo não pode ser dito sobre todas as bactérias na língua do cão.

As bocas do cão realmente são tão limpas quanto as bocas humanas?

Não. Isso é um mito total!

Marty Becker, responsável por uma marca de ração americana Chicken Soup for the Dog Owner’s Soul, diz que:

“Tudo que você tem a fazer é olhar para o seu cão e você vai perceber que não é verdade. Eles invadem as latas de lixo. Você sabe, eles nos dão um beijo na bochecha quando dizemos Olá, mas eles também se dão um beijo na extremidade traseira. “

never-dog-lick-FI-759x419

John Oxford, professor de virologia e bacteriologia na Universidade de Queen Mary em Londres, expandiu ainda mais sobre o quanto as bactérias do focinho e da boca do seu cão podem transportar.

“Não se trata apenas da saliva. Os cães gastam metade de sua vida com seus narizes em cantos desagradáveis ​​ou pairando sobre dejetos de outro cão, assim seus focinhos ficarão cheios de bactérias, vírus e germes de todos os tipos.”

Esses vírus e germes podem causar condições que podem ser prejudiciais para a saúde humana, como uma mulher do Reino Unido que aprendeu isso da maneira mais difícil.

Ela contraiu uma infecção da saliva do seu cão. Ela nem percebeu que havia algo errado, até que ela estava no telefone com um parente e começou a notar o problema.

No momento em que a ambulância chegou, ela já estava caída na cadeira, completamente debilitada. Ela se recuperou em duas semanas de tratamento intensivo e tomando muitos antibióticos.

Exames de sangue mostraram que a infecção era devido a bactérias Canimorsus Capnocytophaga, que é encontrada na boca dos cães e gatos.

Ela não está sozinha – houve 13 casos semelhantes em todo o Reino Unido.

Isso não é a única doença que os cães podem passar para você através de suas lambidas.

Há também a infecção por micose.

micose

A infecção por micose é uma das doenças mais fáceis para o seu cão passar para você a partir do beijo. Se as bactérias de micose estiverem perto da sua boca e você receber uma lambida… bum! Micose para você também.

Além da infecção de micose, você ainda pode ser infectado pela infecção por Staphylococcus Aureus resistente à meticilina.

Ela é uma infecção em seres humanos, que produzem lesões como a descrita acima, e até pode ser causada por um pingo de saliva do seu cão.

Cães podem transportar esta bactéria, mas quando um proprietário entra em contato com ela … Sim, não será nada agradável.

A bactéria Capnocytophaga Canimorsus que também esta presente na saliva do seu cão, é realmente ruim!

A foto abaixo demostra a infecção por esta bactéria.

IMG_2903-750x563

Este homem foi informado pelo seu médico de que sua infecção por Capnocytophaga Canimorsus foi causada por um cachorro que lambeu uma de suas feridas abertas.

Suas mãos estavam piores. Uma delas teve que ser parcialmente amputada. Não vamos mais ver essas fotos!

Você vai pegar uma doença do seu cão que pode te deixar com um pé e mãos desfigurados? Provavelmente não.

Agora que você sabe disto, você vai continuar ganhando lambidas dele?

Fonte:  davidwolfe.

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.