Livre-se do nariz entupido e dos sintomas da gripe de forma natural com essas 2 receitas

Se você esta sem tempo para ler o artigo, veja o vídeo abaixo:

Além de ser um tempero muito apreciado, a cebola é um ótimo anti-inflamatório natural e pode ser usada para tratar problemas de pele, garganta, intestinos e estômago.

Além disso, ela também é indicada no combate às cólicas intestinais e menstruais, tosse, catarro e rouquidão, assim como para prevenir as doenças cardíacas e circulatórias, como infartos e derrames.

A cebola também é recomendada para ajudar a emagrecer com saúde, além de diminuir o colesterol ruim do sangue.

Expectorante natural, a cebola acalma a tosse e irritação do trato respiratório sendo eficaz contra bronquite, laringite e doenças respiratórias. Finalmente, a cebola tem a capacidade de melhorar as defesas do nosso corpo ao aumentar a capacidade de funcionamento do nosso sistema imunológico.

Aprenda duas maravilhosas receitas caseiras para tratar os sintomas das alergias respiratórias, rinite, sinusite, gripes, resfriados, tosse e nariz entupido.

Transforme a cebola no seu purificador de ar natural: parta uma cebola ao meio e coloque metade dessa cebola ao lado da cama, antes de dormir.

O cheiro proveniente da cebola vai jogar no ar substâncias que vão eliminar germes, bactérias e vírus. Além de promover a renovação do ar do seu quarto, ajudando a descongestionar o seu nariz e, como consequência, facilitando a sua respiração.

Você também pode criar o seu próprio xarope expectorante a partir da cebola. Trata-se de remédio caseiro muito conhecido que costuma resolver a maioria dos problemas respiratórios.

INGREDIENTES

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.