O esmalte que você passa nas unhas pode estar te fazendo mal

Você gosta de pintar as unhas? Talvez você não imagine, mas algo tão inofensivo como pintar as unhas pode trazer riscos à saúde.

Isso é verdade dependendo do tipo de esmalte que você escolhe para pintar as unhas.

O esmalte em gel por exemplo, surgiu há alguns anos e apesar de parecer igual o esmalte tradicional, possui algumas diferenças bem importantes.

Uma das maiores diferenças é talvez o que mais atrai as mulheres: sua durabilidade.

Se você esta sem tempo para ler o artigo, veja o vídeo abaixo:

Porém essas vantagens podem trazer riscos, que vamos discutir no vídeo de hoje:

1. Quando o esmalte em gel é aplicado, normalmente se utilizam lâmpadas UV para fazê-lo secar. Um pequeno estudo feito em 2014 analisou a radiação emitida por essas lâmpadas UV e observaram que a radiação emitida variou bastante dependendo do aparelho. No estudo também concluíram que em apenas 12 visitas ao salão com o uso dessas lâmpadas, já foi suficiente para causar danos perceptíveis no DNA da pele. Esses raios emitidos pelas lâmpadas também causam o envelhecimento precoce da pele e aumentam o risco de câncer. Pode parecer muito, mas uma mulher poderia alcançar essa frequência facilmente em 6 meses.

2. Os esmaltes em gel são feitos com polímeros plásticos, que os tornam mais resistentes. Um estudo verificou que cerca de 47% das pessoas desenvolveram dermatite de contato alérgica ao serem expostas a essas substâncias. Apesar de não ser algo severo, essa reação alérgica pode ser bastante desagradável.

3. Alguns desses esmaltes podem conter também BHA, uma substância conhecida por ser cancerígena. Estudos apontam que a ingestão dessa substância, usada também na indústria alimentícia pode causar câncer no estômago. A segurança da aplicação dessa substância ainda deve ser estudada, mas, é preciso cautela caso você costume colocar as unhas na boca ou roe-las. Para ficar do lado seguro, prefira esmaltes que não contenham BHA (butylated hydroxyanisole).

4. Outro problema apontado pelas pesquisas é o uso de acetona forte para remover os resíduos do esmalte em gel. Isso pode fazer com que a unha se separe do leito ungueal, criando um espaço por onde a umidade pode se acumular, ambiente perfeito para proliferação de bactérias.

Por outro lado, saber desses riscos não significa que você precise parar de pintar as unhas. Algumas mudanças podem tornar o hábito de pintar as unhas menos arriscado para sua saúde:

Deixe suas mãos secarem ao ar livre. Dessa forma, você evita os raios UV emitidos pelas lâmpadas, que são prejudiciais à pele.

Outra saída é procurar um salão que utilize lâmpadas de LED, que emitem menores taxas de radiação do que as lâmpadas UV.

Procure sempre pintar as unhas com uma manicure experiente e licenciada, que irá cuidar das suas unhas de forma segura e saudável.

Prefira esmaltes com materiais orgânicos. Esses esmaltes em geral não contém substâncias tóxicas como BHA.

Fonte: How Your Nail Polish Could Be Damaging Your Health

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.