O que acontece ao seu corpo quando você começa andar descalço 5 minutos todos os dias

Você anda calçado o tempo todo?

Apesar de proteger os pés do frio ou de algum objeto que machuque, há um motivo pelo qual andar calçado não seja benéfico: não recebemos a energia da terra.

Para quem não sabe, precisamos absorver os elétrons do solo, a fim de equilibrarmos cada parte do nosso corpo com o potencial elétrico da terra.

Se você esta sem tempo para ler o artigo, veja o vídeo abaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=sm6GT6dcW_4

Estudos antigos já relataram a importância desse método, que é chamado de “aterramento”.

Os benefícios dessa prática são muitos, como redução de inflamação e dores crônicas, melhora no sono, nos níveis de energia e até aliviar o estresse. Veja agora mais alguns desses benefícios:

Maior circulação
Andar descalço aumenta também o fluxo de sangue para as pernas. Este aumento resulta em menos dores, menos varizes, além de manter os pés mais quentes no inverno.

Diminuição da pressão
arterial Ao mesmo tempo que melhoramos a circulação ao andarmos descalço, podemos diminuir a pressão arterial e a ação do cortisol no organismo. Isso acaba refletindo também na diminuição do estresse e de inflamações por todo o corpo.

Maior equilíbrio
Ao sentir o chão, as pessoas começam a despertar o sistema de equilíbrio do cérebro, estimulando suas mentes para um maior equilíbrio. Para os idosos isso é fundamental.

Menos problemas para os pés
Usar os sapatos errados é geralmente a causa raiz de muitos problemas do pé como calos, joanetes, pé de atleta e unhas encravadas. Ao andarmos descalço, nos afastamos cada vez mais desse tipo de problema.
Até mesmo a artrite começa a melhorar lentamente, à medida que os pés desenvolvem mais força, flexibilidade e fluxo sanguíneo.

Melhor postura
Quando andamos calçados, somos forçados a projetar nossos quadris para trás e para a frente, forçando nossas costas, ombros e pescoço para evitar possíveis quedas. Quando andamos descalço, o oposto ocorre: ao sentir o chão, as terminações nervosas dos pés começam a nos enviar informações de equilíbrio. Isso não só contribui para a postura e o equilíbrio, como para a redução do estresse e tensão no corpo.

Crianças mais saudáveis
A Associação Pediátrica Americana recomenda manter as crianças descalças o maior tempo possível, porque os sapatos enfraquecem e deformam os pés. De acordo com Dr. Merzenich, um dos maiores neuroplásticos dos Estados Unidos, a estimulação de andar descalço ajuda a melhorar a memória, atenção, concentração e inteligência!

Maior força
Ao andar com os pés descalços começamos a estimular novos músculos, tanto para o equilíbrio quanto apoio.

Pés mais saudáveis
Nosso corpo trabalha com um princípio bem interessante: se você usa algo, você o mantém, se não usa, ele atrofia. Ao andar com os pés descalços, esses despertam e começam a se fortalecer novamente.

Reduz a inflamação
Você já levou um choque ao tocar em um objeto durante o inverno? Isso ocorre pela diferença de polaridade ou carga entre seu corpo e o objeto. É a forma do seu corpo descarregar essa carga indesejada. Estudos têm demonstrado que os radicais livres, agem nos responsáveis pela inflamação transportando uma carga positiva.

Embora essas partículas de carga positiva desempenhem um papel importante em nosso sistema imunológico, se não temos uma maneira de drená-las, elas se acumulam em nossos corpos, criando excesso de inflamação e danos em células e tecidos.
A terra, por outro lado, possui naturalmente carga negativa. O contato direto com o solo também nos permite fazer esse

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.