O que é mel de manuka e por que é tão bom para você?

De uma flor chamada Manuka, as abelhas retiram um pólen altamente nutritivo e produzem uma variedade de mel rica em benefícios. Original da Oceania, o mel Manuka vem sendo utilizado não só para adoçar os paladares, mas também como ingredientes para cuidados com a beleza e a saúde.

Se você esta sem tempo para ler o artigo, veja o vídeo abaixo:

Veja 7 incríveis benefícios e usos medicinais do mel de manuka:

Força e energia

Devido ao seu teor de açúcar, o mel de manuka é um excelente fonte de carboidratos que proporcionam energia para o organismo. Ao mesmo tempo, o mel manuka leva vantagem sobre outros adoçantes naturais, pois tem um índice glicêmico menor que muitos deles, evitando assim picos de açúcar no sangue.

Sistema imunológico

Estudos mostram que o mel de manuka estimula o sistema imunológico, prevenindo infecções, tais como dores de garganta e resfriado comum. Da próxima vez que sentir que a gripe está por perto, experimente beber um chá quente com uma colher de sopa de mel manuka.

Melhora a saúde digestiva

Estudos demonstraram que o mel de manuka é ótimo para o intestino, devido as suas propriedades prebióticas. Seus oligossacarídeos tem impacto positivo na proliferação das boas bactérias que vivem em nosso intestino. Além disso, esse mel contém enzimas benéficas para diversos tipos de problemas ligados à digestão.

Recomenda-se tomar uma colher de chá do mel de manuka cerca de 30 minutos antes das refeições e antes de deitar, para tratar desordens digestivas como úlceras do estômago, dores de garganta, refluxo ácido, síndrome do intestino irritável, colite ulcerosa e gastrite. Quando os sintomas forem reduzidos, você pode tomar uma colher de chá por dia como manutenção.

Atividade antibacteriana

Assim como o mel convencional, o mel de manuka contém propriedades antibacterianas, porém, cada tipo de mel tem diferentes níveis dessas propriedades. No caso do mel de manuka, os compostos antibacterianos presentes nele não são encontradas em outros tipos de mel.

Por essa razão, ele é muito eficaz no tratamento de infecções. Estudos demonstraram também que o uso do mel manuka acelerou a cicatrização em pacientes que passaram por procedimento cirúrgico. Você pode usar o mel de manuka topicamente no tratamento de doenças da pele e feridas. O mel de manuka deve ser aplicado diretamente na área afetada.

No caso de infecção nasal e sinusite, experimente colocar uma colher de chá do mel de manuka em um copo de água morna. Adicione os ingredientes a um inalador. Repita esse procedimento diariamente até que os sintomas desapareçam.

Antioxidantes

Devido a sua forte atividade antioxidante, o mel de manuka protege o organismo contra os danos dos radicais livres, que poderiam causar danos às células e envelhecimento acelerado.

Ação anti inflamatória

O mel de manuka é também um potente anti-inflamatório, que pode ser utilizado no tratamento de dores nos olhos, na garganta, no alívio de queimaduras e irritação na pele. Algumas pesquisas confirmaram que essas propriedades antiinflamatórias funcionam também no tratamento de queimaduras e inflamações do estômago e intestinos.

Seus benefícios também se estendem à pele, sendo um ótimo ingrediente para máscaras faciais que tratam diversos tipos de problemas de pele como: vermelhidão, descascamento, acne e até eczema.

Se tiver com alguma infecção no olho, experimente pingar algumas gotas de uma solução de uma colher de chá de mel manuka diluída em um copo de água morna, nos olhos. Utilize um conta-gotas para facilitar. Repita diariamente até que os sintomas desapareçam.

Fonte: What Is Manuka Honey and Why Is It So Good for You?

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.