Por que jogar bicarbonato de sódio na cama? Descubra, aqui!

Jogar bicarbonato de sódio no colchão pode ser algo estranho, mas sabia que é uma ótima maneira de manter seu colchão limpo e livre de ácaros? Com o passar dos anos, o colchão acumula quilos de ácaro, poeira e até parasitas. No longo prazo, isso pode acarretar no aparecimento de alergias, problemas de pele e respiratórios.

A melhor maneira de evitar isso é limpando o colchão regularmente.

Se você esta sem tempo para ler o artigo, veja o vídeo abaixo:

Por isso, vamos te ensinar nesse vídeo uma maneira bem simples e rápida de manter o colchão limpo.

O ingrediente principal dessa dica é o bicarbonato de sódio. O bicarbonato de sódio mostrou que, além de ser um componente barato e fácil de achar, ainda é utilizável em muitas funções na limpeza diária.

Suas propriedades bactericidas eliminam os germes de todos os tipos de superfície, orgânicas ou inorgânicas, o que o torna um desinfetante muito eficaz. Além de ter um excelente efeito desodorizante.

Ingredientes
– 2 copos de vinagre;
– Escova de limpeza;
– Aspirador;
– Bicarbonato de sódio.

Como fazer

Coloque vinagre em todo o colchão. Esfregue bem. Após esfregar, aspire o colchão para remover os resíduos.

Agora deixe secar o colchão.

Quando o colchão estiver totalmente seco, coloque bicarbonato de sódio em todo o colchão.

Aguarde 30 minutos e volte a aspirar o colchão. Seu colchão está limpo.

Opcionalmente você pode colocar umas gotas de óleo de lavanda para ficar cheiroso.

O aconselhável é fazer uma limpeza profunda como essa no colchão pelo menos 2 vezes por ano.

Fonte: How To Clean And Deodorize a Mattress Quickly And Easily

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.