Refluxo tem cura? Descubra e melhore sua vida!

Você precisa tomar um antiácido após as refeições? Sente queimação no estômago após de alimentar? Sente dor? Regurgita? Infelizmente esses são sintomas cada vez mais frequentes hoje em dia.

Isso ocorre quando o ácido estomacal sobe ao esôfago, causando uma série de problemas mais conhecidos como refluxo gastroesofágico.

Infelizmente não existe uma cura definitiva para essa doença. O que existe é um tratamento baseado na reeducação alimentar, com raras aplicações de antiácidos.

Os hábitos alimentares para as pessoas que sofrem de refluxo baseiam-se no aumento do consumo de alimentos integrais, fibras, legumes e frutas.

O consumo de refrigerante, pimenta e frituras deve ser reduzido ao máximo e/ou eliminado pois esse tipo de alimento irrita as paredes do estômago aumentando a dor e a produção de ácido estomacal.

O tratamento do refluxo gastroesofágico vai além da substituição de alimentos. A quantidade de alimentos e a recorrência da alimentação também contam. Nesse sentido, veja a lista de novos hábitos alimentares cruciais para a efetividade do tratamento:

Comer a cada 2h ou 3h, em pequenas quantidades ;
Fazer a última refeição entre 2h e 3h antes de dormir;
Consumir leite desnatado e seus derivados;
Passar a beber chá de camomila, uma vez que atua acalmando as parede do estômago e o intestino.
Dar preferência à carnes magras;
Beber somente após às refeições;
Evitar tirar a siesta, ou seja, deitar após as refeições;
Evitar atividades físicas após as refeições;

Dieta para refluxo gastroesofagico

Também é importante manter o estômago confortável anatomicamente, por isso, evitar alimentar-se usando roupas apertadas também é recomendado para esse tipo de tratamento, bem como perder peso, caso seu peso esteja acima do normal.

Veja em detalhe a lista dos alimentos que devem ser evitados para pessoas que sofrem de refluxo gastroesofágico:
Bebidas alcoólicas, pois irritam as paredes do estômago ;
Bebidas gaseificadas, como refrigerantes e água com gás, pois aumentam a pressão no estômago;
Alimentos que contenham cafeína, pois estimulam o estômago ;
Alimentos que contenham carboidratos simples, como farinha, macarrão e pão, pois enfraquecem o esfíncter que separa o estômago e o esôfago;
Alimentos gordurosos, como frituras, carnes vermelhas, salsicha, linguiça, bacon e etc., pois dificultam a digestão;
Finalmente e mais importante ainda é evitar a pimenta pois ela aumenta a acidez responsável pelo refluxo.

Além disso, é importante evitar fumar já que o cigarro aumenta a intensidade dos sintomas da doença.

Muitos pacientes tem dificuldade de realinhar seu hábitos alimentares, por isso, vale a pena conferir um exemplo de dieta para pessoas que sofrem de refluxo gastroesofágico:

Refeição

Dia 1

Café da manhã

1 copo de leite desnatado com pão integral com requeijão light

Lanche da manhã

1 pera e 3 castanhas

Almoço/Jantar

Peixe cozido com legumes com arroz integral e salada crua. Duas fatias de melancia para sobremesa.

Lanche da tarde

1 iogurte desnatado com 4 torradas e 1 banana

Dia 2

Café da manhã
Iogurte desnatado com cereais integrais com 4 morangos

Lanche da manhã
2 ameixas e 4 bolachas Maria

Almoço/Jantar
Frango ao molho de tomate com 3 colheres de arroz integral, 2 colheres de feijão e salada crua. Uma
maçã para sobremesa.

Lanche da tarde
1 copo de leite desnatado e 1 pão integral com ricota

Dia 3

Café da manhã
1 copo de leite desnatado com 4 torradas integrais e 1 fatia de mamão

Lanche da manhã
2 nozes e 5 bolachas cream cracker

Almoço/Jantar
1 lata de atum com macarrão Integral e cubos de queijo light ao molho pesto e salada verde. Um pêssego para sobremesa.

Lanche da tarde
1 iogurte desnatado com 1 colher de linhaça e 5 bolachas maizena

Frutas cítricas só poderão ser reintroduzidas na dieta do paciente após algum tempo de tratamento e dependendo da evolução dos sintomas apresentados.

Fonte: tuasaude

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.