Saiba como usar limão para aliviar dores no joelho, naturalmente

O limão é muito poderoso, e há várias receitas de tratamentos em que ele é o ingrediente principal. Seu alto teor de vitamina C, é uma ótima razão para ser consumido.

O limão possui flavonóides, que são antioxidantes que desempenham um papel muito importante contra doenças do coração, doenças cerebrais, câncer e inflamações.

Além de todos esses benefícios, o limão pode ser usado para combater dores musculares e nas articulações. As receitas são simples, e vamos precisar da casca do limão.

limao-alivia-dor-no-joelho

A casca do limão é extremamente útil, pois nela há óleos essenciais que ajudam a dilatar os vasos sanguíneos, produzindo um feito anti-inflamatório.

1. Receita

Rale a casca do limão, extraindo somente a parte verde ou amarelada. Esfregue diretamente sobre a parte afetada. Depois enrole com uma bandagem. Deixe agir no local por ate duas horas. Faça o tratamento a noite, no outro dia lave bem.

Para se certificar que não é alérgico, faça um teste esfregando um pouco no cotovelo.

2. Receita

Coloque a casca de 2 limões em um recipiente e cubra com uma xícara de azeite de oliva. Tampe e deixe repousar por duas semanas em local escuro.

Depois basta esfregar esse óleo nos colocais afetados e cobrir com gaze. Deixe durante a noite e lave pela manhã com água fria.

Fonte: curapelanatureza

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.