Saiba mais sobre a planta que estudiosos dizem ser capaz de curar o câncer

Aranto ?! Saiba mais sobre a planta que estudiosos dizem ser capaz de curar o câncer

Uma planta nativa africana, natural da Ilha de Madagascar. Conhecida por Aranto no Brasil , foi trazida pelos escravos negros a América, que já conheciam suas propriedades terapêuticas.

Essa maravilha da natureza , pode ser encontrada por toda a América do Sul, mais facilmente na Amazônia.
Seu uso medicinal é o que mais tem impressionado , mas é usada também como ornamental.

Da família Kalanchoe daigremotiana, é muito conhecida em países como Argentina, Colômbia e Paraguai como um poderoso tratamento contra o câncer.

como usar aranto para tratamento do cancer

Mas suas funções medicinais vão além da cura do câncer, é um bom anti-inflamatório, adstringente , abaixa a febre , além de ser ótima para curar doenças de pele, lesões, feridas gangrenadas e hemorragias.

Seu uso é eficaz também em diarreias, hipertensão, cólica renal, reumatismo, diarreia e até mesmo em casos de esquizofrenia.

Mas enfim, como você pode usar o Aranto para combater o câncer ?

É muito simples basta colocar 01 copo com 200 ml de água no liquidificador com 01 folha da planta. Você deve ingerir logo em seguida. Tome 02 vezes ao dia.

Importante : Não descarte o tratamento convencional, assim como o acompanhamento do seu médico.

Você pode encontrar a planta , em vários locais, pois nasce de forma espontânea. Mas só use se tiver certeza que se trata do Aranto.

Até existe uma “parente” brasileira do aranto: é a planta conhecida como saião (Kalanchoe brasiliensis), que possui as mesmas propriedades terapêuticas.

Fonte: curapelanatureza

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.