Saiba por que você deve mudar seu desodorante para o natural

Muitas pessoas acreditam que o mau cheiro nas axilas é resultado do excesso de suor. Entretanto, o suor em si não tem cheiro.

O que provoca o mau cheiro são as bactérias que vivem em nossa pele.

Por conta disso, o desodorante comum tem a função de matar essas bactérias e não de eliminar o suor.

Se você esta sem tempo para ler o artigo, veja o vídeo abaixo:

Já a modalidade do desodorante antitranspirante age de outra forma. Esse tipo de desodorante bloqueia os poros das axilas, impedindo que o suor metabolize as bactérias da pele e desenvolva o mau cheiro.

Em alguns casos, o uso excessivo desse tipo de cosmético pode gerar oleosidade excessiva nas axilas e até mesmo o acúmulo de gordura e pus. Por conta disso, o uso de desodorantes antitranspirantes não é recomendado para pessoas com pele sensível ou que produzem muito suor.

Mas como tirar odor das axilas de uma forma eficaz e sem obstruir os poros?

Existem formas alternativas e naturais para eliminar o odor das axilas sem sofrer com os efeitos colaterais do uso prolongado de desodorantes antitranspirantes.

São receitas caseiras simples e de fácil uso. Entretanto, tenha em mente que esses tratamentos dependem do uso contínuo, pois agem diretamente na causa do mau cheiro, ou seja, na eliminação das bactérias.

Veja duas receitas caseiras de como tirar odor das axilas e facilite a sua vida no dia a dia:

Receita 1

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.