Sapato dentro de casa? Veja porque não devemos usar sapatos em casa

Grande parte dos asiáticos, não usam sapatos em casa, e até mesmo tiram eles antes de entrar. E tudo isso tem sim um porque.

O problema é que muitas pessoas, tem o costume de andar com os sapatos em casa, e você vai descobrir que esse hábito precisa ser mudado com urgência.

Uma pesquisa realizada em Houston, mostrou que 39% dos calçados estavam contaminados com bacterias , do tipo Clostridium difficile.Super resistente a vários antibióticos. Que podem causar diarréias e inflamação do cólon.

Outro estudo, feito no Arizona, descobriu nove formas diferentes de bactérias nas solas dos sapatos.

Pra ser noção, a parte debaixo do calçado é mais suja que um assento sanitário.

sapatos_-_andar_descalco_dentro_de_casa

Um microbiologista dR. Charles Gerba , fez uma experiência, comprou sapatos novos e andou por duas semanas.Só nesse periodo encontrou 440.000 bactérias, que podem causar pneumonia e infecções respiratórias.

Um piso de um banheiro público tem 2 bilhões de bactérias em média. Imagina se você pisar nesse banheiro e depois entrar na sua casa ?

Se você tem filhos pequenos em casa então. É um verdadeiro risco para uma criança com sistema imunológico ainda em formação.

Além de bactérias os sapatos acumulam, resíduos de produtos químicos, germes e agentes patológicos.

Por isso, a partir de hoje, deixe seus calçados do lado de fora de casa.

Muitas pessoas, até tem esse costume, porém quando vão sair colocam os sapatos e andam pela casa.

Tudo vai do hábito, procure não usar os calçados dentro de casa, para evitar qualquer tipo de problemas a sua saúde e de sua família.

Fonte: curapelanatureza

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.