Se você quer pele impecável aprenda estes segredos de beleza japoneses!

O Japão tem uma longa história de apreciação pela beleza natural, e não é a toa que as mulheres japonesas são conhecidas por ter aparência jovem e pele de porcelana.

Será que as japonesas descobriram a fonte da juventude?

Se você esta sem tempo para ler o artigo, veja o vídeo abaixo:

Na realidade, as japonesas conhecem alguns segredos de beleza que nós iremos compartilhar com você agora:

1. Óleo de Camélia
Como o nome já diz, esse óleo é extraído das sementes da planta Camellia e é ingrediente usado em diversos produtos para cuidados dos cabelos.
O seu alto poder hidratante e condicionante promove maciez e brilho aos fios.
Além de estimular o crescimento, evita a queda dos fios. O óleo ainda possui uma ação reparadora que evita o aparecimento de pontas duplicadas.

2. Água de arroz
A água de arroz é talvez uma das dicas de beleza mais populares entre as japonesas.
A maior parte dos benefícios da água de arroz é proveniente da vitamina B, que promove o crescimento celular, reduz o envelhecimento e estimula a circulação.
Estas propriedades compõem a receita perfeita para uma pele jovem e radiante.
Para obter esses benefícios basta ferver um pouco de arroz na água, recolher o líquido, deixar esfriar e, com um pedaço de algodão, aplicar no rosto. É recomendado fazer esta limpeza todos os dias.

3. Chá Verde

O chá verde não é apenas uma bebida, mas uma excelente alternativa para rejuvenescer a pele.
As substâncias presentes no chá verde acalmam a pele e ajudam na prevenção de espinhas, além de reduzir a inflamação e deixar a pele com a aparência mais jovem por mais tempo.
Devido aos flavonoides presentes nesta bebida, ela reduz os efeitos adversos na pele provocados pela exposição aos raios solares. Experimente tanto consumir regularmente o chá, como passá-lo um pouco no rosto.

4. Brotos de feijão
O broto de feijão mungo é conhecido pelos japoneses como moyashi, sendo muito saudável e nutritivo. Seu uso regular contribui para manter a pele jovem, macia e limpa.
A melhor maneira de tirar proveito de seus benefícios é comprando o pó de feijão-mungo, que pode ser encontrado em lojas de produtos asiáticos. Experimente misturar o pó com iogurte natural ou água.
Depois aplique no rosto e deixe agir por 20 minutos. Passado esse tempo, enxágue com água corrente.

5. Folha de hortelã
As folhas de hortelã também fazem parte da rotina de beleza de muitas asiáticas. A menta pode ser usada para suavizar a aparência de cicatrizes de acne e de manchas decorrentes da exposição ao sol.
Além disso, a menta é capaz de limpar a pele e manter uma sensação de frescor.
Basta esmagar algumas folhas e misturar com um pouco de água. Feito isso, passe a mistura em sua pele e lave com água morna após cinco minutos.

6. Cúrcuma
A cúrcuma, pigmento presente no açafrão-da-terra possui propriedades anti-inflamatórias, excelentes para a saúde da pele.
A aplicação regular deste ingrediente na pele é um ótimo tratamento anti-envelhecimento, além de proteger contra os efeitos nocivos do sol e ajudar nos casos de excesso de oleosidade na pele.
Nesses casos, tudo que você precisa fazer é misturá-lo com um pouco de água, depois esfregar a pasta na sua pele.
Caso sua pele fique muito amarelada depois de usar o açafrão da terra, aplique um pouco de óleo de côco ou de rícino e esfregue bem, para tirar as manchas.

7. Massagem
Por fim, um outro costume das asiáticas é de massagear o rosto diariamente, a fim de melhorar a circulação. Acredita-se que essas massagens tonificam os músculos do rosto também, além de deixar a pele mais firme e com brilho.

Fonte: If You Want Flawless Skin Learn These Japanese Beauty Secrets!

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.