Se você tiver dores de cabeça de sinusite ou congestionamento constante, você precisa analisar isso

Esta sem tempo ou não quer ler toda a matéria? Assista o vídeo abaixo:

Você tem um resfriado que não termina, não importa quão duro você tente? Embora você possa se libertar da dor na sua garganta ou da desagradável dor no peito, o seu nariz entupido parece ficar incomodando até o fim.

Este congestionamento é geralmente normal, mas às vezes pode ser um sinal de uma infecção sinusal, também conhecida como sinusite.

A sinusite aguda

A sinusite é uma doença comum no mundo inteiro, e mais de 37 milhões de americanos lidam com ela pelo menos uma vez na vida.

Sinusite é uma palavra que descreve uma inflamação ou inchaço no revestimento dos seios nasais. Em um indivíduo saudável eles se enchem de ar, mas qualquer bloqueio com fluidos e germes podem resultar em infecções.

Causas

Pólipos nasais
Deficiência imunológica, drogas imunossupressoras e antibióticos
Inchaço da mucosa nasal, geralmente desencadeado por reações alérgicas ou frio
Dutos Bloqueados / dutos de drenagem estreitos

if-you-get-sinus-headaches-or-constant-congestion-you-need-to-check-for-this-hidden-connection-mnc0l063hibtqpsb3ty5cfpd5k4t62bpft6avx1n70

Sintomas
Febre
Mau hálito (halitose)
Fadiga
Dor de dente
Dor facial / pressão
Nariz entupido
Corrimento nasal
Perda do olfato
Congestão e dor de cabeça

A verdade sobre sinusite aguda

Embora os antibióticos sejam considerados a única maneira de tratar sinusite aguda, as bactérias não são a verdadeira causa da sinusite comum.

Especialistas acreditam que cerca de 80% dos americanos lidam com alguma forma de supercrescimento de candida. Este fungo é controlado pelas bactérias no seu intestino. Considerando que os antibióticos também prejudicam bactérias boas, eles também contribuem para o crescimento excessivo do fermento que faz a candida se fortalecer.

Não é fácil combater o fungo patogênico porque ele cria um biofilme de proteção que é resistente à fármacos antibacterianos e antifúngicos comuns. Eles vivem em ambientes escuros e úmidos. Muito parecido com suas cavidades nasais, certo?

A sinusite fúngica é muitas vezes causada por bactérias supercrescidas, apesar da sinusite fúngica, por vezes, se desenvolver em pólipos e provocar aftas na cavidade bucal e na garganta.

Um estudo de 1999 mostrou que a sinusite fúngica alérgica é comum em pacientes com rinossinusite crônica, e geralmente diminui depois do uso regular de antifúngico e do tratamento com anti-inflamatório.

Controle a sua fermentação

Tome probióticos para fornecer ao intestino as boas bactérias que ele necessita. Esta é a melhor maneira de prevenir e controlar o crescimento excessivo de fungos. Reduza a ingestão de açúcar e controle o seu gosto por doce.

Considere reduzir a ingestão de grãos propensos à fungos, como milho e trigo. Encontre uma boa maneira de introduzir o óleo de coco e o vinagre de maçã na sua dieta. Estes dois proporcionam um efeito anti-fúngico excelente.

De acordo com um grupo de pesquisadores coreanos, a pele das sementes de abóbora tem proteínas Pr-2. Estas podem ajudar na luta contra diversos tipos de cândida, incluindo a forma relacionada à assaduras e infecções vaginais.

Limpe seus seios nasais

Introduza algumas mudanças saudáveis ​​em seus hábitos alimentares. Lave o nariz e a cavidade oral com uma solução salina para se livrar do fungo.

Adicione meia colher de chá de bicarbonato de sódio e meia colher de chá de sal marinho em um copo de água fervente. Use um pote neti ou conta-gotas para drenar seus seios nasais todos os dias.

Você também pode contar com a ajuda de compressas quentes. Aplique-as em seu rosto. Inale o vapor de óleos essenciais, de preferência óleos com propriedades anti-fúngicas, como o eucalipto, tomilho, melaleuca ou orégano. Estes irão promover um grande alívio.

Fonte:  healthyfoodhouse

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.