Sente dor nos rins? Conheça 8 alimentos que realmente danificam seus rins

Se você esta sem tempo para ler o artigo, veja o vídeo abaixo:

A dor no rim, caracterizada por uma dor na região lombar, é uma queixa muito comum na população em geral.

O trabalho dos rins é limpar e purificar o sangue, eliminando toxinas por meio da urina.

Para ter uma ideia os nossos rins filtram diariamente uma média de 200 litros de sangue e joga fora 2 litros de toxinas por dia.
Com um trabalho tão importante, cuidar bem dos nossos rins é primordial para a saúde do nosso corpo.

Sabia que nossa alimentação tem impacto na saúde dos nossos rins?

Alguns alimentos podem ajudar a melhorar o desempenho dos rins, mas outros devem ser evitados, especialmente por pessoas que já sentem dor nos rins.

Cuide melhor dos seus rins, evitando esses alimentos:

1. Carne vermelha
Proteína faz muito bem para a saúde, mas consumir muita proteína dificulta o trabalho de limpeza realizado pelos rins. Se você já sente dor nos rins, converse com um médico para saber o motivo e reduza o consumo de carne vermelha.

2. Álcool
Muito álcool pode causar desidratação e impedir que os rins funcionem corretamente. Isso cria um efeito dominó: se nosso sangue estiver desidratado, nossas células e órgãos não poderão funcionar corretamente.

3. Sal de mesa
Consumir sal em excesso fará com que os rins retenham água. Muito sal também pode aumentar a quantidade de proteína que é eliminada na urina.

4. Cafeína
Nesse caso a cafeína tem dois efeitos sobre o funcionamento dos rins. Além de estimular o metabolismo dos rins, tomar muito café ou muito chá pode causar desidratação.

A maioria dos especialistas em saúde recomendam que você tome até 2 xícaras de café ou 3 xícaras de chá diariamente.

5. Adoçantes Artificiais
Os adoçantes artificiais podem afetar negativamente a função renal, pois atrapalham o processo de limpeza dos rins. Por conta disso, procure usar estévia ou mel para aromatizar seus alimentos e bebidas.

6. Produtos Lácteos
Se você sofre com dor nos rins, procure consumir produtos lácteos com moderação. Muitos produtos lácteos aumentam o cálcio na urina, o que pode levar a cálculos renais.

Além disso, quando os rins estão sobrecarregados, eles não são capazes de regular o descarte de proteínas, que podem chegar a um nível insalubre no corpo.

7. Bebidas energéticas
Sabia que bebidas energéticas geralmente são o principal instigador de problemas renais? Apesar de terem um marketing voltado para o público que pratica atividades físicas e esportes, as bebidas energéticas são carregadas com cafeína, açúcar ou adoçantes artificiais.

A ideia é aumentar o desempenho, mas isso não se traduz para uma melhora na saúde dos seus rins.

8. Alimentos geneticamente modificados (OGMs)
Esse talvez seja o tipo de alimento mais difícil de restringir e eliminar da dieta. Para aumentar a produção de alimentos, o setor de agronegócios usa vários tipos de herbicidas e pesticidas.

Essas alterações químicas podem criar ainda mais problemas para aqueles que já sofrem com dor nos rins.

Por isso, sempre que possível, opte por consumir alimentos de origem orgânica.

Agora que você já sabe quais alimentos evitar se estiver sentindo dor nos rins, procure um médico para saber qual o melhor tratamento seguir e qual a melhor dieta para o seu caso.

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.