Seu olho se contrai com frequência? Aqui está o porquê e o que você pode fazer sobre isso

*Esses espasmos nos olhos são bastante comuns e podem ser irritantes. Mas, felizmente, a contração dos olhos geralmente não é motivo de preocupação. Aqui está o que causa espasmos nos olhos e o que você pode fazer a respeito.

Você já sentiu seus olhos tremerem, ou teve a sensação de que eles estavam pulando?

Se você esta sem tempo para ler o artigo, veja o vídeo abaixo:

Essa sensação é mais comum do que imaginamos, provavelmente a maioria das pessoas já tenha notado esse tremor nos olhos em algum momento da vida.

Trata-se de uma sensação passageira e por essa razão, acabamos não dando muita importância a ela.

Em geral, esse tremor afeta apenas uma das pálpebras de um dos olhos e dura poucos dias. Porém, ela pode atingir também as duas pálpebras e até durar mais alguns dias, o que causa bastante incômodo.

Na maioria dos casos, o tremor surge como uma reação para o cansaço dos músculos das pálpebras.

É uma reação muito parecida com quando fazemos um exercício muito intenso de pernas na academia por exemplo, e depois sentimos as pernas tremerem involuntariamente.

Entretanto, existem outras possíveis causas para esses tremores e algumas delas requerem sua atenção, pois podem significar um problema mais sério.

No vídeo de hoje, vamos explicar algumas das razões do porque seus olhos tremem:

Falta de vitaminas
Uma boa alimentação é chave para a manutenção de uma boa saúde, e com os olhos não é diferente. Deficiência em nutrientes como a vitamina B12, potássio ou magnésio podem ocasionar espasmos involuntários nos músculos, inclusive os das pálpebras. Tomar pouca água também pode ocasionar esse problema, portanto, veja se está ingerindo a quantidade suficiente destes nutrientes em sua dieta.

Estresse
O estresse provoca muitas alterações no organismo, bem como a liberação de hormônios que podem afetar os músculos, especialmente os das pálpebras. Nesse caso, o aconselhável é procurar meios de reduzir o estresse, fazendo atividades que propiciem relaxamento.

Alergia
Alguns tipos de alergia podem afetar os olhos, trazendo sintomas como vermelhidão, coceira e lacrimejamento excessivo. A grande quantidade de histamina liberada pelo corpo nessas situações pode estar relacionada com as palpitações nos olhos.

Dormir Pouco

Quando dormimos pouco, acabamos exigindo mais dos músculos dos olhos, que precisam fazer hora-extra. O resultado? As pálpebras ficam cansadas e fracas, podendo ocorrer tremer sem motivo aparente. A solução nesse caso talvez seja mais simples dita do que feita: dormir 7 a 8 horas por noite.

Problemas de Visão
Problemas de visão não se limitam apenas a dificuldades para enxergar. Apesar de inofensivos, eles podem causar cansaço nos olhos, por causa do esforço adicional feito para enxergar as coisas. Esse cansaço pode provocar tremores nos olhos e até dor de cabeça. Nesse caso, a dica é verificar como está sua visão e se você já usa óculos, confirmar se está com o grau adequado.

Consumo de Café ou Álcool
O consumo excessivo de cafeína e álcool pode causar desidratação no corpo, o que pode ocasionar tremores nos olhos. Se esse for seu caso, tente reduzir o consumo de álcool e café aos poucos e aumente a ingestão de água.

Olho Seco
A secura nos olhos é muito comum depois dos 50 anos de idade, mas também pode ser causada por outros fatores, como ficar muito tempo trabalhando no computador, uso de lentes e o uso de alguns tipos de medicamentos. Na tentativa de se hidratar, seus olhos podem acabar tremendo. Se notar que seus olhos vivem secos, tente dar uma pausa sempre que notar que está mais de 2h trabalhando na frente de um monitor. O uso de colírios também pode ser útil nesse caso.

Gostou deste vídeo? Se você gostou do vídeo, curta, se inscreva no canal e compartilhe com seus amigos.

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.