Veja como fazer uma reeducação alimentar para pessoas com hipotireoidismo!

Muitas vezes, pessoas com dificuldade em perder peso podem ter problemas com hipotireoidismo.
O hipotireoidismo faz com que o metabolismo do nosso corpo fique mais lento e aumenta a retenção de líquidos, pois é um transtorno que afeta o funcionamento da glândula da tireoide.

Essa é uma doença que afeta mais as mulheres do que os homens, caracterizada pela redução na função da glândula da tireoide que fica localizada na parte dianteira do pescoço.

Com isso, a liberação de hormônios da tireoide cai, o que provoca sintomas muito específicos, como:
Cansaço constante
Alterações menstruais
Diminuição do metabolismo basal, o qual se encarrega do gasto energético
Maior sensação de frio
Facilidade para ganhar peso e muita dificuldade para perdê-lo
É possível acumular gordura na papada, na cintura e nas coxas
Ressecamento da pele e do cabelo
Voz grave e rouca
Transtornos do sono
Agravamento da osteoporose
Prisão de ventre

Para detectar uma predisposição a sofrer de hipotireoidismo, observe se há uma falta de pelos na parte externa das sobrancelhas.
Esse sintoma pode indicar uma predisposição ou a etapa inicial deste transtorno.

Pessoas que sofre com hipotireoidismo precisam realizar uma reeducação alimentar para reduzir seus sintomas.
Realizar uma reeducação alimentar pode ajudar a tratar o hipotireoidismo até o ponto de não haver mais necessidade de tomar medicamentos, principalmente se começarmos nas etapas iniciais.

A reeducação alimentar para pessoas que tem hipotireoidismo deve conter esses alimentos:

Óleo de coco
O óleo de coco extra-virgem é uma gordura saturada rica em triglicerídeos de cadeia média. Estes nutrientes têm o poder de lidar com dois dos problemas principais de quem sofre de hipotireoidismo, pois aumentam o metabolismo e facilitam a perda de peso.
Recomenda-se tomar duas colheres de sopa todos os dias, pela manhã em jejum e outra à noite antes de dormir.

Algas
Em muitos casos o hipotireoidismo se deve a uma falta de iodo no corpo, por isso consumir alimentos ricos neste mineral pode ajudar a lidar com os sintomas desse transtorno.
Inserir algas marinhas na reeducação alimentar de quem trata hipotireoidismo é importante, pois elas são muito ricas em iodo, em especial o fucus.
Antes de inserir iodo na dieta, é importante consultar o médico, pois muito iodo causa danos colaterais.

Água do mar
Assim como as algas, a água do mar atuará como um excelente suplemento mineral para tratar o hipotireoidismo. Além disso, a água do mar não causa retenção de líquidos como o sal.

Alho
O alho é um excelente alimento para tratar sensibilidade ao frio, cansaço e apatia, pois estimula nosso organismo graças a seus inúmeros componentes.

Pimenta caiena
A pimenta caiena é um ativador natural do metabolismo o que é excelente para quem sofre de hipotireoidismo. Além disso, aumenta a temperatura corporal.
Paralelamente também alivia a prisão de ventre e as dores nas articulações.
É importante acrescentar a pimenta caiena na reeducação alimentar de quem sofre com hipotireoidismo aos poucos, para que não cause transtornos digestivos.

Gengibre
O gengibre é uma especiaria refrescante e aromática que também ajuda a acelerar o metabolismo de quem tem hipotireoidismo ao mesmo tempo em que combate a retenção de líquidos. Pistache
O pistache também é muito recomendado para combater o hipotireoidismo por seu alto teor de minerais, especialmente o iodo.

Erva-doce
A erva-doce atua como regulador hormonal, estimulando a produção de hormônios, por isso é muito importante para ajudar a melhorar o metabolismo de quem tem hipotireoidismo.

Ginseng
O ginseng também é um poderoso estimulante natural para quem tem hipotireoidismo, pois nos ajuda a ativar o metabolismo e a perder peso com mais facilidade.

Gergelim
A tireoide produz calcitonina, um hormônio que nos permite assimilar o cálcio. Por este motivo, as pessoas com hipotireoidismo podem sofrer transtornos como a osteoporose.
Incorporar gergelim à reeducação alimentar de pessoas com hipotireoidismo ajuda a prevenir este problema, pois é uma semente muito rica em cálcio.

Fonte: The Best Diet For An Underactive Thyroid

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.