Veja o que acontece com seu corpo se tomar muito refrigerante

Se você esta sem tempo para ler o artigo, veja o vídeo abaixo:

Todos nós gostamos do sabor adocicado dos refrigerantes, mas beber muito dessa bebida açucarada pode fazer muito mal a nossa saúde.

Muitas pessoas podem se surpreender ao saber que os refrigerantes dietéticos podem conter os mesmos ingredientes que são encontrados nas versões regulares: fosfatos e ácido fosfórico.

Estes são os aditivos que dão o sabor do refrigerante. Ácido fosfórico pode ser encontrado em alimentos, mas uma quantidade excessiva destes pode causar estragos em muitos órgãos, incluindo o coração, fígado e rins, e também levar à perda de massa muscular.

Aprenda cinco riscos para a saúde que ligados ao consumo de refrigerante demais.

1. Osteoporose
Beber grandes quantidades de refrigerante pode comprometer a saúde dos nossos ossos, uma vez que parece alterar a sua composição de cálcio. Exagerar no consumo destas bebidas, na versão dieta ou regular, pode dificultar a absorção de cálcio.

Sem este mineral vital, a nossa densidade óssea diminui. Quando a perda óssea começa, as chances de desenvolver osteoporose aumentam.

2. Ganho de peso
Estudos estão sendo conduzidos em todo o mundo para entender melhor o impacto que essas bebidas efervescentes têm em nossos corpos. Um estudo descobriu que indivíduos que bebem um refrigerante diariamente durante seis meses podem ver um pico no nível de triglicerídeos.

A saturação contínua destas bebidas pode representar uma ameaça para o nosso fígado. E o ganho de peso pode eventualmente pavimentar o caminho para o desenvolvimento do diabetes.

3. Aditivos podem causar câncer
Coloração de caramelo artificial é um aditivo popular em muitos refrigerantes. Este ingrediente contém dois contaminantes: 2-metilimidazol e 4-metilimidazol.

Estes subprodutos compostos são considerados altamente carcinogênicos e frequentemente associados ao câncer.

4. Deterioração do dente
Os dentistas de hoje parecem ter uma porta giratória de pacientes queixam-se de dores de dente. Muitas destas cáries são resultado do ácido cítrico dos refrigerantes.

Se não tratado, este ácido também pode erodir o esmalte e, eventualmente, o próprio núcleo do dente.

5. Desencadeia o início de pelo menos quatro Doenças

A. Doença hepática
Uma propriedade do refrigerante é a frutose, e o único órgão que pode metabolizá-la é o fígado. Com uma avalanche de frutose, o fígado é danificado, pois o excesso de frutose pode criar resistência à insulina. Isto significa que o pâncreas deve acelerar a sua produção de insulina.

B. Diabetes Tipo 2
Surpreendentemente, beber tão pouco como uma lata de refrigerante diariamente pode provocar o aparecimento de diabetes tipo 2. O número de pessoas que podem se tornar diabéticas é surpreendente.

C. Doença cardíaca
Por mais revigorante que um refrigerante possa ser, não está fazendo nossos corações felizes. Estas bebidas saturadas de açúcar têm o potencial de aumentar o risco de doenças cardiovasculares. Um refrigerante por dia pode aumentar as probabilidades de um ataque cardíaco em 20%.

D. Demência
Consumir grandes volumes de refrigerante pode prejudicar a memória e impactar nossos processos de tomada de decisão. Isso poderia potencialmente preceder algo tão grave quanto a doença de Alzheimer.

Viu como beber muito refrigerante pode fazer mal. Lembre-se que a ideia aqui não é gerar medo, mas conscientizar sobre a importância da moderação.

Fonte: This Drink Destroys Your Bones From The Inside But Most People Still Drink It!

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.