Veja o que acontece quando você consome óleo de coco todos os dias

Estudos vem mostrando que o óleo de coco, se consumido diariamente, reduz os níveis de colesterol , o que previne contra muitas doenças cardiovasculares.

No Brasil, uma das principais causas de morte é o ataque cardíaco. E níveis controlados de colesterol diminui esse índice.

O coco e o seu óleo podem ajudar no processo de perda de gordura abdominal. Nos Estados Unidos , indivíduos foram expostos ao consumo do óleo de coco, e esses emagreceram além do esperado. Na região abdominal a perda de centímetro foi sete vezes maior.

Na Espanha o óleo também foi estudado em um público com idade entre 55 e 69 anos, e as pesquisas mostraram que o consumo diário de uma colher de óleo de coco acelera o processo de emagrecimento, e promove saúde ao coração. Os participantes tinham pressão alta e a maioria deles fazia uso de medicamentos para controlar os níveis de colesterol.
136 pessoas iniciaram os 3 primeiros meses de estudo com uma dieta padronizada , mas somente 116 concluíram essa primeira fase e foram divididos em 2 grupos.
O primeiro grupo com 22 pessoas, seguiu a mesma dieta. Já o outro , foi incluída na dieta uma colher de óleo de coco extravirgem diariamente.

oleodecocooleodecoco
Após 3 meses , o grupo que consumiu o óleo apresentou aumento no colesterol bom e redução em todos os aspectos avaliados:

Peso

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.