Veja o que sua língua diz sobre sua saúde

A maioria de nós realmente não pensa sobre nossas línguas. Elas são uma daquelas partes do corpo que são importantes, mas tendem a ser esquecidas … até quando comemos algo muito quente.

Como outras partes do corpo, a língua pode mostrar sinais de doença ou trauma para nos avisar de que algo não está certo. Reconhecer estes sete sinais associados com a língua pode ajudar a identificar o que está errado:

1. Se a sua língua está rachada

A rachadura no meio da sua língua pode se desenvolver com a idade. Se você observar fissuras na sua língua, isso é inofensivo. Apenas cerca de 2-5% da população tem uma língua fissurada. Isso pode ser herdado geneticamente.

Se você notar uma fissura que esteja acompanhado por inexplicável inchaço facial ou labial, procure seu médico. Pode ser o sinal de uma doença rara chamada síndrome de Melkersson-Rosenthal.

2 Se sua língua tem uma camada branca espessa (como se estivesse revestida por queijo)

Um revestimento branco de espessura, em sua língua é um sinal de uma infecção por fungo chamada candidíase oral. Parece mais comum em lactentes e crianças jovens, mas também pode ocorrer em pessoas que usam dentaduras, pessoas com um sistema imunitário enfraquecido ou que estejam tomando antibióticos. Se você tiver isso, procure seu médio para saber como tratá-la.

tongue-health-FI-759x420

3. Se tiver feridas em sua língua

Morder a língua pode causar uma ferida, ou as feridas que aparecem em sua língua podem ser aftas. A causa exata da maioria das aftas são desconhecidas, mas estresse e alimentos ácidos podem desencadeá-las e torná-las pior.

Se suas feridas não desaparecem dentro de duas semanas, marque uma consulta com o seu médico. Elas também podem ser um sinal de câncer oral.

4. Se sua língua tem as bordas onduladas

Se as bordas de sua língua são recortadas ou onduladas, isso poderia significar que a língua está inchada. O inchaço faz com que ela seja pressionada contra os dentes, criando as bordas arredondadas.

Ela geralmente ocorre como resultado de algo mais acontecendo em seu corpo, tais como alergias, um problema de tireóide, febre ou desidratação. Visite seu médico para descobrir o que está causando isso.

5. Se a sua língua é rosa e com poucos buracos

Grande notícia: se a sua língua é rosa e esburacada você não tem nada para se preocupar. As pequenas saliências sobre a língua são chamadas papilas.

Eles agarram a sua comida para torná-la mais fácil de comer, e além disso elas são suas papilas gustativas, que controlam o gosto da sua comida, separando o que você gosta do que não gosta. Elas respondem aos gostos doce e azedo.

6. Se a sua língua tem manchas brancas

As manchas brancas que aparecem na lateral ou na parte inferior da língua pode ser um sinal de leucoplasia, uma reação a uma irritação de longa data. A irritação constante faz com que as células na área afetada se multipliquem, resultando em uma mancha branca.

Nem sempre é uma preocupação de saúde, mas poderia ser o desenvolvimento de um câncer, mais tarde. Verifique com seu médico para se certificar de que não seja algo mais sério.

7. Se a sua língua é vermelha e você tem uma febre

Se a sua língua ficar profundamente vermelha e for acompanhada por uma febre alta, ligue imediatamente para seu médico. Pode ser um sinal de escarlatina – infecções na garganta com uma erupção – ou doença de Kawasaki, que afeta os vasos sanguíneos.

A doença de Kawasaki é uma doença auto-imune, não contagiosa que é vista em crianças com menos de oito anos de idade. Se seu filho está enfrentando esses sintomas, leve seu filho a um médico para ter certeza que será tratado corretamente.

Fonte: rd

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.