Você gosta de gengibre? Então você precisa saber isso!

Se você esta sem tempo para ler o artigo, veja o vídeo abaixo:

O gengibre é muito conhecido por ter vários benefícios à saúde, especialmente para tratar náuseas e problemas gástricos.
Muitos estudos comprovam a efetividade do gengibre na prevenção de tratamento de diversas doenças. Apesar de alguns estudos estarem na fase de teste com animais, outros já observaram resultados em humanos.

De qualquer forma, o gengibre é estudado e recomendado por médicos e cientistas em diversas situações.

Confira algumas conclusões científicas sobre os benefícios do gengibre, seus possíveis efeitos colaterais e as recomendações de como usá-lo de forma eficaz.

– Pode ajudar a tratar náuseas após sessões de quimioterapia:

Pessoas que precisam fazer quimioterapia podem sentir náuseas após as sessões.

O gengibre é frequentemente indicado para reduzir os efeitos de enjoo e vômitos após esse tratamento, pois possui os compostos shogaol e gingerol que ajudam a evitar a ânsia de vômito.

Além disso, o gengibre possui componentes com propriedades anti-inflamatórias que também ajudam no trato intestinal.

– Pode auxiliar no tratamento de câncer gastrointestinal:

De acordo com alguns estudos, o gengibre possui substâncias que causam a morte de células cancerígenas no trato gastrointestinal, além de evitar que essas células se espalhem pelo corpo, ou seja, também atua impedindo a metástase do câncer.

– Aumenta a imunidade e tem efeito anti-inflamatório:

Um dos benefícios do gengibre mais conhecidos é a sua capacidade anti-inflamatória. Os componentes bioativos gingerol e shogaol ajudam a diminuir as inflamações nas articulações.

– Reduz o risco de doenças cardiovasculares:

Diminui a probabilidade de formação de coágulos nos vasos sanguíneos o que ajuda a controlar a pressão arterial e reduz o risco de ocorrência de doenças cardiovasculares. Apesar dos benefícios do gengibre para o nosso organismo, é importante tomar certos cuidados na dosagem e de acordo com cada caso, pois o gengibre também causa efeitos colaterais.

Veja alguns efeitos colaterais e contra indicações do consumo do gengibre:

– Pode causar diarreia se ingerido em excesso, além de desconforto estomacal e, em casos mais graves desencadear uma gastrite;

– Devido ao fato do gengibre evitar a coagulação de sangue nos vasos sanguíneos, o gengibre não pode ser consumido por pessoas que tomam remédio para controlar a hipertensão, pois potencializa muito os efeitos dos medicamentos de redução da pressão arterial. Além disso, o consumo em excesso de gengibre também deve ser evitado por pessoas com doenças cardíacas, devido a sua ação eficaz em reduzir a pressão arterial.

– Em pequenas doses, o gengibre tende a diminuir o fluxo de sangue menstrual. Entretanto, o consumo em excesso do gengibre pode alterar o fluxo menstrual. Devido ao seu poder anticoagulante o gengibre pode aumentar o fluxo de sangue no período menstrual.

– O gengibre tem compostos chamados de compostos terpênico, que são parcialmente excretados pelas glândulas mamárias das mulheres lactantes. Por conta disso, pode haver alteração no gosto do leite materno, o que pode causar transtornos na amamentação.

– Pessoas que tem problemas com hemorroida são desencorajadas a usar o gengibre, pois apesar de seu efeito anti-inflamatório, o uso excessivo de gengibre pode desencadear uma irrigação demasiada que pode piorar o efeito das hemorroida devido as suas propriedades vasodilatadora.

Para aproveitar os benefícios do gengibre, como devemos consumi-lo?

Para evitar os efeitos colaterais e manter um consumo saudável do gengibre, opte pode ingerir, no máximo 2 gramas de gengibre em pó por dia ou uma colher de chá. Para quem prefere ingerir gengibre in natura, recomenda-se consumir no máximo 1 lasca fina de 1cm de espessura da raiz de gengibre.

Independente de como se queira consumir o gengibre, recomenda-se conversar com o médico ou o nutricionista para saber como incorporar o gengibre à sua dieta de forma segura, saudável e eficaz.

Fonte: minhavida

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.