Você tem muita dor no ombro? Isto é o que você precisa fazer para aliviar sua dor

Sentir dor no ombro pode ser um problema normal, para muitas pessoas. Isso pode ser tendinite!

A tendinite do ombro é um problema que atinge muitas pessoas, causando desconforto, dor e rigidez.

Ela pode aparecer em qualquer idade, mas geralmente afeta as pessoas com mais de 40 anos.

Originada devido a algum movimento errado ou força mal aplicada, queda ou pancada, este problema geralmente possui tratamentos não são invasivos ou cirúrgicos.

acabar com a dor no ombro

Como melhorar a tendinite do ombro?

Essas dicas podem te ajudar neste processo:

– Massageie a área com óleo de oliva, que é um ótimo analgésico natural.

– Procure um fisioterapeuta de confiança para iniciar uma reabilitação específica.

– Evite qualquer atividade que exija movimento do ombro, por 2 semanas. Isso vai reduzir a dor consideravelmente, antes de começar com a fisioterapia.

– Aplique gelo ou compressas frias sobre a área por 15 minutos, cerca de 3 a 6 vezes por dia para combater a inflamação.

– Limite os movimentos, não levantando o braço acima do seu ombro e evite trabalho pesado, pois isso pode atrasar a reabilitação.

– Evite movimentos que exigem força com os braços esticados e para fora do corpo.

– Atenção na hora de dormir, para não se apoiar no braço com dor.

– Use suplementos de cloreto de magnésio e vitamina D. Eles aceleram o processo de cura.

Fonte: curapelanatureza

Se inscreva no canal do Natureba no YouTube e fique por dentro das novidades!

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde - médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.